terça-feira , 4 agosto 2020

Grupo de adolescentes cria site de apoio a mulheres vítimas de violência

Estudantes criaram o site para ajudar mulheres que precisam de apoio, sem distinção (foto: Priscilla Veiga)

Após um projeto escolar sobre tecnologia e comunicação, um grupo de estudantes de Poços de Caldas criou a plataforma digital “FemHelp“. O site foi criado há seis meses e tem o objetivo de oferecer  apoio a mulheres que sofrem abusos e violências.

A inspiração surgiu em áudios de vítimas de violência doméstica publicados pela Polícia Militar de Santa Catarina (RS). “O site tem o intuito de unir as mulheres, as tornarem fortes e ajudar aquelas que sofrem algum tipo de violência a superar e denunciar”,  explica Laisa Tavares, de 18 anos, uma das idealizadoras.

O grupo de adolescentes feministas afirma que a plataforma é apartidária e direcionada a todas mulheres, independente de religião, raça, cor ou preferência sexual. “Nós vimos que é necessário ajudar qualquer mulher, sem distinção, fazendo com que a coragem se manifeste para que consigam denunciar seus abusos e lutar pelos seus direitos”, destaca a jovem Thaisha Almeida, de 18 anos,  também integrante do FemHelp.

No site é possível encontrar links de apoio à mulher, vídeos, textos de ajuda e também um chat que não exige identificação. Além disso, o grupo hoje está ligado à rede da mulher pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) e recebe apoio da Polícia Militar.

Júlia Franco, de 17 anos, que também é uma das criadoras do FemHelp, ressalta que a ideia era formar uma família de mulheres.  “Ali uma pode ajudar a outra, e juntas adotamos um lema de que não somos livres até que todas nós estivermos livres”.

Participam do grupo: Thaisha Almeida, Laisa Tavares, Tamara Tavares, Julia Franco, Laura Dias, Julia Oliveira e Gabriela Bastos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *