Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Atletas das duas equipes mostraram grande nível técnico durante a partida (foto: Rafael Santos/Poços Já)

Um clássico que pode voltar a acontecer no profissional, com o retorno do Poços de Caldas Futebol Clube às atividades, marcou a grande final da Copa João Batista Alves de futebol society. Vulcão e Caldense fizeram um jogão na final desta competição sub-11, disputada no último sábado (24), no campo society do Parque Municipal Antônio Molinari, que recebeu grande público para a partida.

Foi um grande jogo. No primeiro tempo domínio total da equipe da Caldense, que abriu o placar com João Gabriel. Mas, no retorno para o segundo tempo, o Vulcão voltou com outra postura, pressionou a Veterana até que, no último minuto, Junior Victor marcou o gol do empate, 1 a 1 e decisão nos pênaltis. Nas penalidades brilhou a estrela do  goleiro  Kauê Cezar Dias, que fez três defesas e deu o título ao Vulcão.

Na decisão por pênaltis, destaque total para o goleiro do Vulcão, que defendeu três penalidades (foto: Rafael Santos/Poços Já).

“Meu treinador ensinou: ‘espera que ele vai definir o canto’.  E eu fui feliz de adivinhar os cantos. Quando estava perdendo, todo mundo acreditava que dava para empatar e virar. A gente conseguiu o empate e nos pênaltis eu fui feliz”, disse o goleiro ao Poços Já Esporte e Bem-estar após o jogo.

O técnico do Vulcão, Vinicius de Freitas Silva, destacou o poder de reação da equipe após o time não ter feito um bom primeiro tempo.  “A meninada não está acostumada, para eles é uma emoção nova que vai ser importante na vida deles. Para nós também é difícil, porque a gente tem que conversar muito para deixá-los calmos. Mas, graças a Deus, deu tudo certo e conseguimos sair com a vitória. No intervalo, nós conversamos com os meninos para eles terem atitude de chegar. Viemos de quatro vitórias e um empate, bem na competição e no primeiro tempo eles sentiram um pouquinho. Tentamos acalmá-los no intervalo e mostramos para eles que tinha qualidade o time para buscar o empate e a vitória”, explicou Vinicius.

Pelo lado da caldense, o técnico Rafael Soares lamentou a derrota, mas exaltou o bom campeonato que realizou o seu time. “Eu já sabia que o jogo seria disputado, as duas equipes chegaram com mérito. Os dois times são muito bons. O primeiro tempo foi nosso, o segundo tempo foi deles. Eles mereceram o empate no final. É doído, porque faltavam 30 segundos para acabar o jogo, mas futebol é emocionante por causa disso, só acaba quando o juiz apita. E nos pênaltis eles tiveram mais sorte que a gente, o goleiro deles foi muito bem. No futebol é assim, as crianças têm que entender que nem sempre vão ganhar, bola para frente, vamos seguir treinando e parabéns ao Vulcão”, diz Rafael.

O homenageado do campeonato, João Batista Alves, junto com a equipe campeã (foto: Rafael Santos/Poços Já)

Homenageado

João Batista Alves, o Pelado, foi homenageado com o nome do campeonato. Ele se dedica há muito tempo ao futebol local, principalmente ao amador. Muito emocionado, Pelado acompanhou a final e distribuiu os troféus e medalhas ao final da partida.   

“Graças a Deus recebi essa homenagem em vida. Tenho uma história muito grande no futebol e esses campeonatos são os mais lindos do mundo. Que o time fique em último lugar, o importante é tirar os meninos das ruas. A festa hoje (sábado) foi muito bonita e estão todos de parabéns”, disse Pelado.

O secretário de Esportes, Wellington Paulista, que até ano passado estava do outro lado, como treinador da Coopoços, destacou a importância desse tipo de competição.   

Atletas da Caldense recebem medalhas de 2º lugar (foto: Rafael Santos/Poços Já)

“Foi um prazer enorme participar da Coopoços, onde fiz muitos amigos, passei várias experiências e aprendi muito com as crianças. Agora, como secretário de Esportes, quero desenvolver um trabalho estruturado, para dar mais oportunidades para eles. Esse campeonato mostrou que Poços tem um bom nível técnico e, o mais importante, é essa integração das famílias, das crianças. Sabemos a importância do esporte e esse é nosso foco nesta administração”, salientou Paulista.

Além de ter o Vulcão como campeão e a Caldense como vice, a Copa João Batista Alves de futebol society teve a Coopoços como a defesa menos vazada, com apenas dois gols sofridos e o artilheiro, Luiz Felipe, com dez gols assinalados. No total, foram realizados 32 jogos, com 123 gols marcados.  

Patrocínio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here