Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Dentro
Clube aposta no futebol do meia para repetir campanha histórica no Mineiro

Dois gols em dois jogos da pré temporada. Assim começa mais um ano de Tiago Lima Leal, o Tiago Azulão, com a Camisa da Associação Atlética Caldense. Jogador com experiência internacional, Azulão retorna ao clube após passagem pelo Fortaleza e tem mostrado que será importante na caminhada do clube ao longo de 2016. Depois de marcar nos dois primeiros jogos treinos da Veterana na fase preparatória para o Mineiro, ele espera agora que as redes balancem também no Campeonato Mineiro.

Poços Já Esporte: Ser jogador de futebol era um sonho seu na infância, um sonho realizado?
Tiago Azulão: Sim. Um sonho meu, um sonho do meu pai. Meu pai jogou na várzea em São Paulo e eu ia muito acompanhar ele. É o sonho da maioria dos garotos no Brasil né. Comigo não foi diferente , vivia com a bola desde pequeno, fui trilhando o caminho e deu certo.

PJE: Essa vida de jogador de futebol é complicada? A gente sabe que a rotina é desgastante não é?
TA: Só quem vive dentro da nossa realidade que sabe que tanto que a gente rala por esse sonho nosso, que é diário, que é anual. Cada ano você tá num lugar cada três meses, cinco meses você vai pra outro lugar. Realmente não é fácil, mas é uma paixão né. Uma coisa que a gente trabalha, que a gente tem que agradecer a Deus pelo dom. Mas a gente sabe que tem as dificuldades, ficar longe da família, viajar pra países que às vezes você não sabe como que é, e várias outras situações.

Lado
Azulão marcou nos dois jogos-treino

PJE: Em relação a esses países. Você já jogou fora do Brasil. Como foi essa experiência?
TA: Foram boas. Graças a Deus não tive experiência ruim. Você sente um pouquinho falta do país, falta do familiar, mas as experiências são muito boas. Fiquei na Malásia uns meses, joguei na Turquia eu tinha 19 anos e foi uma experiência muito boa né, cultura diferente, um país muçulmano. Realmente foram experiências boas que eu vai ser uma bagagem aí pra eu levar pra vida inteira.

PJE: Mais uma temporada na Caldense. Como foi essa volta pra cá?
TA: Eu tinha contrato, renovei o ano passado e fui emprestado pro Fortaleza. Como eu tinha contrato eu voltei e estou muito feliz pelo retorno. Foi um time que realmente vesti a camisa e as coisas deram certo, fizemos história. Além do vice foi uma campanha histórica , então estou realmente muito feliz em voltar. E remar tudo de novo né (risos).

PJE: A torcida espera muito de você dentro de campo. Como é corresponder a isso? Existe uma pressão maior ainda?
TA: Expectativa temos né. É sinal de que fizemos algo. Mas eu não crio pressão em cima de mim mesmo, porque eu sei da minha capacidade e sei também que ali dentro de campo você depende de muitos companheiros também pras coisas darem certo. Então esperamos sim fazer outro ótimo campeonato e que as coisas corram como foi no ano passado.

PJE: Azulão! Por que o apelido?
TA: Azulão é de quando comecei na escolinha. Justamente tinha 10 anos, vestia tudo azul né, cada um vai com sua roupa. Aí um amigo colocou e ficou. É bom que diferencia um pouco.

PJE: 2016. O que esperar?
TA: 2016 esperamos fazer história novamente pela Caldense, conquistar os objetivos do clube e que possamos aí fazer bastante gols.

3x4Perfil
Tiago Lima Leal – Tiago Azulão
Natural de São Paulo
26 anos, 1,79m
Clubes
Gaziantep BB (Turquia), Guarani-MG, Tombense-MG, Tricordiano-MG, Uberlândia-MG, Oeste-SP, Johor FC (Malásia), Boa Esporte-MG, CRB-AL, Villa Nova-MG, CAP Uberlândia-MG, Fortaleza-CE e Caldense.

Patrocínio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here