Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade

IMG_0688

Em um jogo marcado pelo domínio de cada etapa por um dos times, a tradicional equipe de Grêmio sagrou-se campeã da Taça Poços de Futebol nesse domingo, 01, após bater a equipe do Dom Bosco na decisão por pênaltis por 3 a 1. Jogo terminou empatado em 1×1 no tempo normal.

O jogo
A partida começou equilibrada, mas aos poucos o Grêmio passou a dominar as ações e criar chances. A primeira foi aos 5 minutos, com Betinho batendo de fora da área e bola passando perto, por cima do gol.

IMG_0640
Ramón abriu o placar

O Dom Bosco chegava apenas em cobranças de falta, mas sem muito perigo. Aos 12, falta pela esquerda para o Grêmio. Após bola levantada na área, Fausto cabeceou mal no segundo pau e desperdiçou a chance. Mas, aos 29, o mesmo Fausto deu lindo passe nas costas dos defensores e Ramón só teve o trabalho de carregar e bater na saída do goleiro. Um a zero.

À partir daí, o jogo ficou morno, com chances apenas em chutes de longa distância, mas sem perigo.

Na segunda etapa, foi a vez do Dom Bosco criar as melhores chances. Logo com 1 minuto, Nininho fez fila pela esquerda e cruzou, mas ninguém apareceu para completar para o gol. De novo pela esquerda, o Dom Bosco levantou bola na área, mas a zaga afastou o perigo.

IMG_0665
De pênalti, Matheus empatou

A resposta do Grêmio veio um minuto mais tarde, com ataque pela esquerda que terminou em boa defesa do goleiro Didi. A pressão do Dom Bosco continuou com bolas levantadas na área, até que em uma delas a bola sobrou na entrada da área e em meio a confusão o árbitro João Isidoro Júnior marcou pênalti. Matheus bateu e deixou tudo igual.

Após o gol a partida ficou nervosa e deu tempo apenas do Dom Bosco perder mais uma chance após boa jogada do lateral Juliano, que fez fila e bateu cruzado para a zaga afastar. Final, 1 a 1 e decisão nos pênaltis.

Nos penais, o Grêmio converteu as três primeiras cobranças e viu o adversário desperdiçar três dos quatro chutes – um pra fora e duas defesas de caio – e pode, enfim, comemorar o título inédito.

“Formei um grupo muito bom. Eles estão de parabéns. É um título que agente não tinha ainda a Taça Poços de Caldas. Amador nós já conseguimos alguns títulos, tem o título de Sub 20, mas a Taça Poços de Caldas a gente estava almejando ela. Graças a deus chegamos onde queria e estou muito feliz hoje, diz Zé Gordinho, técnico da equipe campeã.

Escalações
Dom Bosco
Didi; Veinho, Glaidson, Rafael, Cleiton (Leonardo); Edgar (Pablo), Amaral, Zé Bangu, Josimar (Murilo); Nininho e Chucky (Matheus). Tec. Rildo

Grêmio
Caio; Juliano, Cachoeira, Jiboia, Zé Luis (Vinícius); Betinho, Padilha, Pitinha (Silmar), Gigante (Jonathan); Ramón (Wellington) e Fausto (Marquinho). Tec. Zé Gordinho

Árbitro: João Isidoro Júnior
Auxiliar 1: Marcos Fernando Lessa
Auxiliar 2: Rodrigo Bortolan

 

[flagallery gid=1]

Patrocínio

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here