Publicidade

O mês de férias está com uma programação cultural cheia de opções dentro do festival de inverno de Poços de Caldas, o Julho Fest. Um dos principais espaços do evento é a Urca, com diversas atrações.

Todos os ingressos serão vendidos no espaço cultural, nos respectivos dias de cada apresentação, com exceção dos eventos gratuitos. Ainda há grupos que incluem outros locais de venda.

Veja abaixo a agenda da Urca no Julho Fest.

“Quem são eles?” (foto: Juliano Borges)

Neste sábado (9), às 20h30, o Teatro Benigno Gaiga recebe a peça “Quem são eles?”, do grupo NucleArte. O espetáculo conta a história de Ernesto, que afirma ter grandes inimigos. “Não sabemos quem eles são, mas sabemos que eles existem. Nesta história o protagonista quer responder a uma só pergunta”, informa a sinopse do espetáculo. Os ingressos podem ser adquiridos na Livraria Porão (Galeria Gibimba, sala 25), com inteira a R$ 20 e meia-entrada a R$ 10.

“Black Birds” (foto: Dani Alvisi)

No domingo (10), às 20h30, tem o show “Black Birds”, que reúne música, dança e fotografia. A apresentação reúne coreografias e arranjos autorais para canções dos Beatles, além de promover uma exposição digital. A entrada custa R$ 10 e a meia-entrada R$ 5.

No dia 13 (quarta-feira), às 20h30, a Urca recebe o espetáculo Dandara Guerreira, uma homenagem ao maior símbolo feminino de resistência do povo negro escravizado. A entrada custa R$ 20 e a meia R$ 10.

Dia 14 (quinta-feira), às 20h30, Gustavo Infante apresenta o show autoral Pássaros. O repertório inclui músicas de seu segundo álbum, com canções sobre imagens poéticas a partir dos pássaros – criaturas do ar, da terra e da água. A entrada é gratuita.

A peça “Tia Leopoldina Apolinária de Campos – Histórias do Arco da Velha” será atração do dia 15 (sexta-feira), às 10h. Tia Leopoldina vai caminhar da Urca até o Mercado Municipal contando suas memórias e as histórias de Poços de Caldas, em celebração ao aniversário de 150 anos da cidade.

“Batalha da Quadra” (foto: Felipe Vegas)

No mesmo dia, a Urca vai receber, às 20h30, “Histórias de Batalhas”. De forma gratuita, o espetáculo vai mostrar a tradicional Batalha da Quadra, organizada e  protagonizada por artistas periféricos do bairro São José, abordando os cinco elementos do movimento hip hop.

Haverá duas sessões do Ônibus da História, realizado pela Cia Máscaras Vivas, no dia 16 (sábado). O projeto mostra lugares e fatos da história de Poços de Caldas, de forma diferente e divertida. A participação é gratuita, mas os convites deverão ser retirados antecipadamente na Urca.

Sobre-viver

Mais tarde, às 20h30, a Cia Concius Dementia apresenta Sobre-viver. A peça teatral mostra ao público a importância da arte para a vida, auxiliando a quebrar preconceitos. Os ingressos custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada. Ingressos antecipados na loja Armazém 389 (Rua Rio de Janeiro, 368, Centro) ou clicando aqui.

Às 15h do dia 17 (domingo) o público é convidado a acompanhar um cortejo saindo da Urca em direção à Praça Pedro Sanches: é o projeto ‘No meio da rua’. Artistas se transformam em personagens brincantes e lúdicos que fazem graça e abordam os transeuntes com a seguinte proposta: dança, poesia ou música em troca de um sorriso.

“Causos de passarinho e os detetives da natureza” (foto: Walter de Andrade)

Ainda no domingo, às 20h, o Teatro Benigno Gaiga recebe ‘Causos de Passarinho e os Detetives da Natureza’. O espetáculo, com entrada gratuita, promete ser leve e divertido, com o objetivo de despertar a curiosidade e o interesse pelos sons e cores da natureza, explorando a observação e a escuta.

A comédia ‘A Tempestade’, do grupo NucleArte, é a atração do dia 21 (quinta-feira), às 20h30, com entrada a R$ 20 e meia a R$ 10. Releitura da peça teatral de William Shakespeare, o espetáculo gira em torno do bruxo Próspero que, após ser expulso de seu ducado, é exilado em uma ilha. Anos depois, com a ajuda de seu servo, ele trabalha para retomar o que é seu das mãos do usurpador e proteger sua filha, além de lidar com um escravo estranho, um pretendente a noivo e três bêbados trapalhões.

No dia 22 (sexta-feira), às 10h, acontece mais uma sessão de “Tia Leopoldina Apolinária de Campos – Histórias do Arco da Velha”, em apresentação itinerante. Às 20h acontece, gratuitamente, a peça “Sobre minhas marcas”. Através da dança e da música, a obra fala sobre mulheres, suas lutas e o poder de que todas têm.

No dia 23 (sábado), o Ônibus da História dá uma segunda oportunidade aos interessados, às 15 e 16h, com bilhetes gratuitos antecipados. Em seguida, às 20h30, tem “O Soldado e o Sacristão”, da Dell’arte Produções Artisticas e Cia Monteiros e Lobatos. Adaptada do texto “As Desgraças de uma Criança”, de Martins Pena, a peça mostra o sacristão Manuel Igreja, que é apaixonado por Ritinha. Ela torna-se viúva e passa a receber investidas do sacristão. O ingresso custa R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada.

A Urca ainda recebe as exposições “Ubuntu Arte e Cultura Preta – Um olhar pela diversidade”, do dia 17 a 24, e “Diacronia – 150 anos de transformações”, do dia 18 a 24. A programação completa do Julho Fest pode ser conferida clicando aqui.

Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.