Publicidade

O que era uma peça de teatro virou filme! O grupo de teatro NucleArte, de Poços de Caldas, adaptou o espetáculo “Supe trio elétrico contra a sobrecarga” para o cinema. Com o patrocínio do Departamento Municipal de Eletricidade (DME), através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, a estreia ocorre no sábado (18), às 17 horas, no canal do Nuclearte no YouTube. Clique aqui para acessar o link da estreia.  

Produção aborda o uso consciente de energia elétrica (fotos: Dani Alvisi)

Encenado por palhaços, o filme é direcionado a crianças e fala, de forma lúdica, sobre a economia de energia, o consumo consciente e a segurança, com direito a vilão e super-heroínas. Na história, Ronaldo Gastão esbanja do uso da energia elétrica e mantém hábitos que o colocam em risco. Um dia a situação sai do controle e ele leva um grande susto. Ao tomar conhecimento do caso, três super-heroínas utilizam a música como estratégia para ensinar Gastão a economizar energia. Formando o divertido “Trio Elétrico”, as palhaças Dodoida, Osmara e Temi (referência e homenagem aos inventores do trio elétrico) encaram a missão de combater o desperdício com muito bom humor. 

De acordo com Nando Gonçalves, diretor do NucleArte e codiretor do filme, a adaptação para a linguagem do cinema criou um novo espetáculo. “No teatro a proximidade com o público permite a participação das pessoas. Mas, com as imagens gravadas, a história ganha em efeitos especiais. Nós incluímos vídeoclipes e até algumas cenas depois dos créditos”, revela. 

Filme tem videoclipes e músicas autorais

O filme, rodado na Toca do Tamanduá, localizada entre as cidades de Poços de Caldas e Andradas, foi dirigido por Luciana Rossi e Nando Gonçalves, com roteiro de Rony Brandini, produção da NucleArte, cinegrafia da Ciclo Comunicação com captação de imagens de Rogério Fonseca e Rodrigo Fonseca, áudio da MGL Sonorização com captação de Milton Leite, assistência de produção de Lívia D´Ângelo, João Araújo e Gui Gerriero e gestão de Dani Alvisi e Bibi Rodriguez, da Lavanda Produção Cultural. 

Patrocinado pelo Departamento Municipal de Eletricidade (DME), através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, o filme contou com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Poços de Caldas e realização do Governo de Minas Gerais. 

Ficha técnica

Direção: Luciana Rossi e Nando Gonçalves

Preparação vocal e direção musical: Nanda Dearo

Elenco: Aria Nery, Julia Montezano, Nanda Dearo e Nando Gonçalves

Texto original: criação coletiva Nuclearte e dramaturgia de Nanda Dearo

Roteiro: Rony Brandini

Produção: Nuclearte

Gestão: Dani Alvisi e Bibi Rodriguez

Assistentes de Produção: Lívia D`Ângelo, João Araújo e Gui Gerriero 

Cinegrafia: Ciclo Comunicação

Captação de imagens: Rogério Fonseca e Rodrigo Fonseca

Áudio: MGL Sonorização

Figurino: Ana Gonçalves

Fotografia: Dani Alvisi

Artes: Gabriela Avelar e Matheus Vieira

Libras: Lucas Delbello Santos

Assessoria de Imprensa: Bibi Rodriguez

Locação: Toca do Tamanduá 

Agradecimentos: Eduardo Alvisi, Anderson Loro e Malaka.

 

Serviço

 

O quê? Estreia do filme “Super trio elétrico contra a sobrecarga”

Quando? Sábado (18), às 17h

Onde? Youtube do NucleArte (clique aqui)

Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.