Publicidade

O IMS Poços de Caldas recebe, no sábado (5), às 16h, uma conversa sobre a exposição “Retratos de Limercy Forlin – Um recorte na história de Poços de Caldas”, que termina no domingo (6). A entrada é gratuita, mediante apresentação do certificado de vacinação contra covid-19 e documento oficial com foto.

Exposição reúne cerca de 7,5 mil retratos

A conversa será entre o curador Teodoro Carvalho Dias e o professor e pesquisador em antropologia Stelio Marras, que discutirão aspectos relativos às imagens dos moradores de Poços de Caldas e a importância dessa exposição na cidade. A exposição apresenta parte da produção de Limercy Forlin (1921-1986), fotógrafo que foi proprietário de um importante estúdio de fotografia, onde registrou, ao longo de 25 anos, milhares de habitantes de Poços. A exposição reuniu aproximadamente 7,5 mil retratos.

O IMS fica na rua Teresópolis, 90, Jardim dos Estados.

Sobre os participantes

Stelio Marras é mestre e doutor pela FFLCH/USP, professor e pesquisador em antropologia do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da Universidade de São Paulo (USP). É coordenador do Lapod (Laboratório Pós-Disciplinar de Estudos – IEB/LaBieb/USP) e pesquisador do Centro de Estudos Ameríndios (Cesta-USP). Foi um dos fundadores e coeditou, entre 1997 e 2007, a revista Sexta-Feira – Antropologia, Artes e Humanidades. Teodoro Carvalho Dias é nascido em Poços de Caldas e atua como curador de diversas exposições de artistas e fotógrafos regionais para o IMS, buscando estabelecer maior vínculo entre o Instituto Moreira Salles e a classe artística da região, além de coordenar cursos, palestras e eventos musicais. É também artista visual, tendo participado desde 1995 de diversas mostras.

Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.