Publicidade

Com realização através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e apoio cultural do Thermas Hotel Walter Word, o Teatro Benigno Gaiga (Urca) recebe, às 20h, a cantora Jesuane Salvador. O show “Diálogos Literomusicais – Entre Palavras e Canções” tem entrada gratuita, mediante apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19.

Jesuane destaca trabalho de grandes cantoras brasileiras (foto: divulgação)

Com arranjos do violonista e pianista Luciano Salles, o repertório homenageia obras do cancioneiro brasileiro que se tornaram referência no mundo. Jesuane é acompanhada por um quarteto formado por piano, contrabaixo acústico, violino e bateria. Assim, vozes de grandes mulheres nas artes, como Maysa, Leny Andrade, Rosa Passos, Gal Costa, Elis Regina, Nara Leão, Claudette Soares e Maria Creuza, entre outras, são evidenciadas.

Na poeticidade contida nas canções, o show traz também recortes do trabalho feminino na literatura, em diálogos literomusicais.

O projeto integrou, no último dia 12, a programação da Incrível Máquina do Livro, com apoio do Festival Literário Internacional (Flipoços) e realiza, no dia 27, às 16h, através da Mak Rádio e das principais plataformas, um bate-papo com a escritora radicada em Portugal, Beatriz Aquino, e a cantora e compositora premiada Márcia Tauil.

Filme será exibido após show de Jesuane Salvador

Buscando a união entre diferentes manifestações artísticas, a noite também homenageia o cinema. Assim, também com realização através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e apoio cultural Rede Inn, logo após o show de Jesuane, acontece a exibição do filme Lavanda, uma produção Alterea Filmes, e do documentário “A semente: Fertilização de ideias em Lavanda (Economia Criativa).

Jesuane Salvador

Com atuação em plurais campos da produção artística, Jesuane Salvador é cantora e jornalista mineira, com trabalhos também nas esferas do teatro e fotografia, pelas quais obteve reconhecimento de entidades como o Itaú Cultural, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e o Museu Afro Brasil, além da curadorias para o cinema, com trabalhos destacados pela TV Cultura e Miração Filmes. Dividiu palco com nomes como o de Guinga, Vânia Bastos, Ivan Vilela e Luís Fernando Veríssimo e assina parcerias em composições com grandes músicos, como Roberto Menescal.

Coordenadora do curso de pós-graduação em Canto Popular Facec/Alpha, Jesuane tem como tema de pesquisas de seu Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (Unicamp) a afirmação do sujeito feminino na música popular brasileira, mais especificamente em Elza Soares, investigando o canto como ferramenta de reverberação de discursos sociais.

Pela SP-Escola de Teatro cursou Performance do Cantor no Palco e Dramaturgia Contemporânea, além de ter participado de cursos e masterclass voltados ao teatro e ao canto com grandes nomes da música, como Luciana Souza, Jane Duboc, Fernanda Porto, entre outros. Mas ela afirma que é da formação autodidata, das vivências artísticas, da fé e da contemplação da beleza pulsante da vida que vem sua maior inspiração e fonte de aprendizado.

Filha de músicos e neta de artistas do povo, Jesuane trabalha um íntimo diálogo entre a busca por técnica e a força interpretativa que se pauta no vivencial e, por este cuidado, tem sido reconhecida por público e imprensa.

Ainda menina, seu gosto por nomes como o de Edith Piaf, Ella Fitzgerald, Nina Simone e grandes cantoras brasileiras desenvolveram sua voz ao trânsito entre a delicadeza e a força interpretativa, sendo esta versatilidade a característica que mais chama a atenção em sua interpretação.  A artista atua frente a formações jazzísticas, orquestrais, de câmara e duetos.

Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.