Publicidade
Marcelo Betti interpreta a avó, na cena vencedora.
Marcelo Betti interpreta a avó, na cena vencedora.
Palhaço Tonto ficou com o segundo lugar.
Palhaço Tonto ficou com o segundo lugar.

A Companhia Monteiros e Lobatos foi a grande vencedora do Prêmio Grande Otelo de Humor, no Julhofest 2015. O Festival aconteceu na noite de quarta-feira (22), no Teatro Benigno Gaiga.

Dez cenas foram apresentadas, com artistas de Poços de Caldas e de outros locais, como do Rio de Janeiro (RJ). Após o término das apresentações o público votou nas três cenas preferidas. Em segundo lugar ficou o palhaço Tonto, interpretado por Ivan Soares. E a terceira colocação foi para a cena “A Grave-Idade”, com os atores Marcelo Ambrósio e Guilherme Teixeira.

"A Grave-idade" ficou com o terceiro lugar
“A Grave-Idade” ficou com o terceiro lugar

Cada grupo teve dez minutos para se apresentar e nenhum sofreu penalidades. A cena vencedora, “Homero”, foi escrita e dirigida pelo ator Clisthenis Betti. Ele conta que a inspiração surgiu em uma viagem de ônibus de Santos (SP) para Poços de Caldas, quando um homem entrou no veículo para vender balas. No espetáculo, Homero (Clisthenis) e seu filho Marmita (Felipe Campos) tentam vender bombons para a plateia com o objetivo de financiar uma cadeira de rodas para a avó de Homero, interpretada por Marcelo Betti.

Os prêmios foram de R$1 mil para o terceiro lugar, R$1,5 mil para o segundo e de R$2 mil para o vencedor. “Uma pessoa da plateia veio me parabenizar pelo humor inteligente. Acho que o que falta é isso, uma crítica bem humorada. Acho que foi isso que chamou atenção para o quadro. Apesar de serem grosseirões, eles  (os personagens) acabam cativando a plateia”, disse Clisthenis.

[flagallery gid=48]

 

Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.