Publicidade
O trabalho é intenso no mês que antecede o Carnaval.
O trabalho é intenso no mês que antecede o Carnaval.

Há um mês do Carnaval, a escola de samba Pererê do Amanhã corre contra o tempo para terminar os trabalhos. Cerca de dez pessoas se dedicam às fantasias e carros alegóricos, todos relacionados ao enredo “Minha inspiração, minha vida, minha fé, minha paixão”.

As alas vão mostrar a inspiração de diversas formas. A literatura marca presença com romancistas mineiros e seus personagens, como Hilda Furacão e Xica da Silva. Na música, referências à Jovem Guarda e ao Hip Hop. O carnavalesco Danilo de Lima adianta que o público pode esperar uma surpresa no setor de artes plásticas, mas não fala mais nada a respeito.

Carnavalesco usa a criatividade para representar a inspiração na avenida.
Carnavalesco usa a criatividade para representar a inspiração na avenida.

O desfile começa com referências à criação da humanidade. “O Criador foi o primeiro a mostrar inspiração. Inspiração pela Terra, pelas árvores, pelo ser humano”, explica o carnavalesco.

Danilo também homenageia uma das fontes próprias de inspiração, o carnavalesco Joãozinho Trinta. “Como vou falar de todas essas inspirações e não lembrar das inspirações do Joãozinho Trinta? Foi uma brincadeira muito ousada, mas o pessoal vai entender bem, vou tentar retratar bem para o pessoal gostar e aplaudir a Pererê”.

Ouça o samba-enredo: 

Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.