A equipe do Serviço de Proteção ao Consumidor do Procon de Poços de Caldas realizou uma fiscalização em 11 agências bancárias da área central da cidade, na última quinta-feira (14). O objetivo foi conferir o cumprimento do tempo máximo para atendimento nos caixas presenciais.

Publicidade

Segundo o Procon, duas agências foram autuadas por descumprir o tempo máximo de espera e receberam multa de R$ 24.700. De acordo com a Lei Municipal 8.665, de 2007, o consumidor pode aguardar, no máximo, 15 minutos em dias normais e 30 minutos em dias de pagamento do funcionalismo público, vésperas e após feriados prolongados.

A Lei Municipal garante o tempo máximo para atendimento nos caixas presenciais para recebimento de valores ou pagamento de contas, não se aplicando ao atendimento personalizado realizado por gerentes e/ou atendentes em outros setores das agências.

Conforme o Procon, o consumidor que verificar o excesso de prazo para atendimento pode entregar a senha com protocolo ao Procon para atuação da agência. Além disso, informações quanto à atividade fiscalizatória e/ou denúncias podem ser feitas de forma anônima pelo aplicativo Eouve.

 


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.