A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, nesta quinta-feira (30), dados sobre a marcação de consultas e exames no primeiro semestre de 2022 em Poços de Caldas. O número de pessoas que não compareceram impressiona: foram quase 14 mil faltantes em consultas e mais de nove mil em exames.

Publicidade

Os agendamentos foram feitos por meio das unidades de Estratégia de Saúde da Família e do setor de Central de Marcação. Foram realizados de 87.264 agendamentos de consultas de especialidades e exames no mesmo período.

Foram agendados 38.631 exames de diversas especialidades, sendo 18.717 no primeiro trimestre e 19.914 no segundo trimestre. Deste total, em 9.107 exames agendados os pacientes não compareceram.

Quanto às consultas de especialidades, foram marcados 48.633 pacientes, sendo 24.508 no primeiro trimestre e 24.125 agendamentos no segundo trimestre. destes, 13.804 não compareceram.

A diretora do setor de Controle e Avaliação, Elisandra Souza Pizzol, alerta sobre o absenteísmo dos agendamentos. “Quando o paciente não comparece a uma consulta ou exame agendado ele impede que outra pessoa possa ser atendida, impactando negativamente no andamento da fila da Secretaria de Saúde. Por isso, solicitamos que quando o usuário não puder comparecer ao agendamento que procure a unidade de saúde com antecedência para desmarcar, para que possa passar a vaga a outro paciente. Assim, mais pacientes poderão ser atendidos.”

Durante este ano, a demanda reprimida de exames de ecocardiograma também foi zerada,  com 1.249 exames agendados. A Secretaria Municipal de Saúde ainda ressalta que os dados do cartão do SUS devem ser atualizados regularmente, para facilitar o acesso da população a todos os serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como consultas, exames, remédios, internações hospitalares, entre outros. Para atualização é necessário RG, CPF e comprovante de residência atualizado.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.