A mulher de 25 anos presa no último domingo (19), em Poços de Caldas, por divulgar uma blitz da Polícia Militar em um grupo de WhatsApp, deixou o presídio na tarde de terça-feira (21). Ela foi liberada após o alvará de soltura ter sido emitido pela justiça.

Publicidade

O caso vem ganhando repercussão nacional. A mulher foi presa pela Polícia Militar após ter sido acusada de divulgar áudios e vídeos de uma blitz que acontecia na rua Goiânia, o que teria causado a diminuição do fluxo de motocicletas no local. Os policiais foram informados que a blitz estava compartilhada nas redes sociais e descobriram o número de telefone da responsável, assim como ao endereço da mulher.

Ao ser presa, ela filmou a ação dos policiais e chamou um deles de “babacão”


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.