Ao longo dos seus 57 anos de atividades em Poços de Caldas e região, a Alcoa realizou uma série de estudos sobre a fauna e a flora, seja nos processos de licenciamento ambiental da fábrica, da mineração ou de reabilitação das áreas mineradas. Agora todas estas informações foram consolidadas em dois documentos: os Planos de Biodiversidade para a Fábrica e a para Mineração.

Publicidade

Eles foram elaborados pela empresa Consominas Engenharia, de Belo Horizonte (MG), e apresentados para toda a liderança da unidade local durante workshop realizado dia 6 dr maio, no Parque Ambiental da Alcoa. Os documentos trazem as matrizes de riscos, determinam as áreas de influência, protegidas e estratégicas, além dos planos de ação, que fazem parte da preparação da Unidade para a Certificação ASI (Aluminium Stewardship Initiative). A ASI é uma organização externa, não governamental e sem fins lucrativos, criada em 2012 com a missão de administrar uma certificação de sustentabilidade na cadeia de valor do Alumínio.

Workshop reuniu lideranças da Alcoa para apresentar os planos (foto: divulgação)

Para a elaboração dos planos, a consultoria fez visita técnica, analisou relatórios, plano de manejo e a literatura disponível sobre o tema. “Eles terão um impacto muito positivo”, explicou Tamiris Vrunski, gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Alcoa Poços de Caldas. “O conhecimento de todo este ecossistema permite monitorá-lo e preservá-lo para as próximas gerações”.

“A elaboração desses planos é um grande passo para a construção do futuro das nossas operações e irão nortear as nossas ações”, destacou Fabio Martins, gerente geral de Operações da Alcoa Poços de Caldas. “Chegamos aos 57 anos com excelência operacional, construindo um grande legado para a cidade e queremos continuar avançando de forma ainda mais sustentável”.

A comunidade, especialmente a científica, será uma das grandes beneficiadas com este trabalho, pois os Planos de Biodiversidade da Fábrica e da Mineração da Alcoa em Poços de Caldas serão publicados em forma de livros e ficarão disponíveis para consultas.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.