O Corpo de Bombeiros continua trabalhando em Brumadinho. A maior operação de busca e salvamento da história permanece e vem apresentando resultados importantes que objetivam o conforto das famílias. Na última segunda-feira (2), uma ossada com aproximadamente 40 segmentos foi encontrada.

Publicidade

A localização de um segmento corpóreo na área denominada “Esperança 1” levou os militares a realizar uma busca especializada que resultou na localização da ossada. A vítima foi identificada pela perícia, através da arcada dentária,  e trata-se do engenheiro de produção Luís Felipe Alves, que tinha 30 anos na época da tragédia e era funcionário da Vale.

Falta a localização de cinco vítimas do desastre, ocorrido em 25 de janeiro de 2019: Cristiane Antunes Campos, Maria de Lurdes da Costa Bueno, Nathalia de Oliveira Porto Araújo, Olímpio Gomes Pinto e Tiago Tadeu Mendes da Silva.

O Poços Já realizou uma série de reportagens especiais em Brumadinho. Clique aqui para ler.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.