Publicidade

Uma quadrilha foi presa pela Polícia Militar após assaltar um depósito de gás na segunda-feira (13). Nove pessoas foram detidas.

Publicidade

 

 

 

A ação policial começou com a notícia do crime, pouco antes das 21h. O depósito, que fica na avenida José Remigio Prézia, foi assaltado por uma dupla.

A vítima, uma atendente de 29 anos, disse que fechava o caixa quando foi surpreendida pelos assaltantes, um deles armado. Ela tentou reagir, mas foi agredida e teve uma bolsa roubada.

Uma das chaves que estavam na bolsa dava acesso ao cofre do estabelecimento, mas os criminosos não conseguiram abrir e voltaram a agredir a vítima, momento em que outro funcionário pediu que parassem as agressões, mostrando que estava envolvido no assalto. Um entregador também foi rendido ao retornar para o depósito e teve o celular roubado. A dupla decidiu levar o cofre e fugiu.

Em seguida, os policiais identificaram o carro usado pelos assaltantes e o motorista que o conduzia, de 21 anos. A camionete usada na fuga foi encontrada em chamas e o suspeito estava no quintal de uma casa na rua Lambari, onde estava estacionado outro veículo, um Kadett, usado no transporte dos assaltantes. O suspeito foi reconhecido pelo funcionário do depósito, de 23 anos, e por sua esposa, de 18, também envolvida no crime.

Outras duas pessoas, um rapaz de 18 anos e uma adolescente de 15, foram detidas dentro de um carro de transporte por aplicativo. Eles tinham a intenção de ajudar na fuga dos dois assaltantes. Os militares foram então até o ponto de encontro, onde prenderam um homem de 19 anos, mas o segundo envolvido conseguiu fugir.

Ao todo, foram detidos sete homens, uma mulher de 18 anos e uma adolescente de 15.

Esquema

Um dos presos, de 19 anos, entregou todo o esquema criminoso. O assaltante contou que ele e o rapaz que havia fugido foram os responsáveis por entrar no estabelecimento para cometer o crime, planejado pelo funcionário e sua esposa.

O rapaz ainda levou os policiais até o cofre. Os criminosos, embora tenham danificado parte dele, não conseguiram acessar os R$ 20 mil, que foram recuperados. Os policiais também apreenderam oito celulares. Um deles pertencia ao entregador assaltado.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.