A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve, no final da tarde de quinta-feira (29), um casal de estelionatários que aplicava golpes no Sul de Minas Gerais. Chamou atenção do fato do homem ter várias empresas e carros em seu nome, além de mesmo assim ter recebido o Auxílio Emergencial.

Publicidade

A dupla foi detida durante fiscalização de combate ao crime no km 517,5 da BR 146, em Poços de Caldas. De acordo com a PRF, policiais deram ordem de parada ao veículo e, durante os procedimentos de fiscalização, ambos se mostraram bastante nervosos e apresentavam versões diferentes sobre o motivo da viagem.

Foi constatado que a passageira apresentou nome e documento falsos para os policiais. Ela  contou que utilizava dados de pessoas falecidas para abrir contas bancárias em diversas agências. Consultando os sistemas internos, a PRF confirmou que o veículo teria sido usado por estelionatários em tentativa de golpe em uma agência bancária em Caldas no mês de fevereiro.

Nervosismo da dupla chamou a atenção dos policiais

Dentro do carro havia cartões de crédito em nome de várias pessoas. Também foram encontrados R$ 2.200,00 em notas verdadeiras e falsas.

A mulher confessou que obteve a identidade de pessoa desconhecida na Praça da Sé e que repassa parte do valor arrecadado em golpes para o condutor do veículo. Ela afirmou que sua função no crime seria somente a de abrir contas e efetuar os saques, desconhecendo o inteiro teor do esquema de fraude.

Sobre o homem de 49 anos a PRF descobriu que ele recebeu todas as parcelas do Auxílio Emergencial, mesmo tendo em seu nome dois veículos de luxo, uma Land Rover Evoque e um Chevrolet Corvette, avaliados em R$ 800 mil, além de três empresas, duas churrascarias e uma casa de eventos e shows na cidade de Osasco (SP).

A prisão dos estelionatários contou com apoio da Polícia Militar de Minas Gerais. A dupla foi encaminhada para a Polícia Civil.

Vaga de Emprego
Vaga de Emprego
Vaga de Emprego

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.