O Corpo de Bombeiros e a Prefeitura de Poços de Caldas vão fiscalizar juntos os terrenos vagos locais, a partir do mês de março. O objetivo é melhorar a prevenção aos incêndios.

Publicidade

As parcerias com municípios estão sendo realizadas pelos bombeiros em todo o estado de Minas Gerais. “Os trabalhos de prevenção começarão nas áreas com recorrentes denúncias feitas à prefeitura, perto de matas ou áreas de conservação, e indústrias. No final deste mês esperamos ter vistoriado ao menos 140 lotes”, disse o soldado Dayverson de Souza Lima, que integra a equipe de fiscalização.

Proprietários de terrenos mal cuidados podem ser multados

O tenente Júlio Alves conta que a iniciativa em outros municípios já mostrou resultados positivos. O fiscal da divisão de fiscalização de posturas vai chegar ao local na viatura da corporação e o militar vai averiguar as condições do terreno. “O bombeiro vai verificar se o terreno está com muita vegetação, se há lixo ou entulho no local, e relatar todo e qualquer indício que favoreça a propagação do fogo. Esta ação integrada vai proporcionar eficiência na prevenção de incêndios para os próximos meses”, explicou.

No local, se houver irregularidades, o fiscal da prefeitura já vai emitir uma notificação e o proprietário terá dez dias para atender às solicitações. Se nada for feito após este prazo, a prefeitura emite multa no valor de R$550. Se, mesmo assim, a limpeza do lote não ocorrer, o trabalho será executado e o dono do terreno terá que pagar o valor por metro quadrado. “Sabemos que logo vem o período de estiagem e trabalhar com foco na prevenção é o melhor para minimizarmos os problemas com o fogo que se alastra rapidamente. Essa parceria só vai otimizar o nosso trabalho”, declarou o secretário de Serviços Públicos, Antônio Donizette.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.