Entre sábado (27) e segunda-feira (1), três motoristas de aplicativos foram assaltados em Poços de Caldas. Eles atenderam chamados para corridas e foram surpreendidos pelos criminosos. Em dois casos os motoristas, feitos reféns, conseguiram fugir.

Publicidade

O primeiro assalto foi registrado por volta das 21h do sábado, quando o motorista se deslocou até a rua Jabaquara, bairro Dom Bosco, onde três rapazes embarcaram. Assim que o motorista iniciou a corrida, foi rendido e obrigado a dirigir até o Jardim Florença, onde outro criminoso estava aguardando. Eles tinham uma arma de fogo.

Os homens então mandaram que o homem descesse do carro e ajoelhasse. Eles o amarraram, encapuzaram, agrediram e colocoram de volta no carro, antes de seguir para a agência da Caixa Econômica Federal da rua Alagoas, no Ccentro. A vítima sacou R$ 85 em um caixa eletrônico, junto de um dos assaltantes.

No caminho de volta para o carro, que estava estacionado em um posto de combustíveis, o motorista aproveitou um momento de descuido do bandido que o acompanhava e fugiu correndo, gritando por socorro. Isso fez com que a quadrilha fugisse, levando o carro e o que tinha em seu interior – documentos e cerca de R$ 700.

A polícia iniciou os rastreamentos pelos criminosos assim que a vítima entrou em contato, mas nenhum dos quatro foi localizado. O veículo da vítima foi recuperado após ter sido abandonado no Jardim Bandeirantes.

Segundo assalto

O segundo caso foi registrado horas depois, já na madrugada de domingo (28). O motorista procurou a UPA com ferimentos no rosto, pedindo por socorro e solicitando que alguém ligasse para a PM denunciando que ele tinha sido roubado.

A vítima contou que pegou um passageiro no bairro São José e o levou até a rua Maringá, bairro José Carlos. No final da corrida o passageiro mostrou estar armado com uma faca, encostou a lâmina no pescoço da vítima e disse ser um assalto, mandando que o motorista entregasse todo o dinheiro que tinha e o celular. O motorista disse ter reagido e lutado com o bandido. Já do lado de fora do carro, o assaltante agrediu a vítima com socos no rosto e fugiu levando o celular e dinheiro.

Terceiro caso

O terceiro registro ocorreu na manhã desta segunda-feira. O motorista informou que foi buscar o passageiro na rua Campestre, zona leste da cidade, e no percurso o homem que se sentou no banco traseiro anunciou o assalto encostando o que parecia o cano de uma arma em sua nuca. Os bandidos mandaram que o motorista seguisse em direção a um frigorífico e, em diversas ocasiões, bateram com a arma em sua cabeça.

A vítima foi obrigada a parar e descer do veículo, quando recebeu orientações para entrar no porta-malas. O motorista fugiu descendo por um barranco. Depois de caminhar por algum tempo, conseguiu carona e foi para a delegacia, onde denunciou o crime e o roubo de seu carro.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.