Mais três pessoas foram vítimas de golpes em Poços de Caldas. Os casos foram registrados na última terça-feira (23) e, somados, contabilizam cerca de R$53 mil. Uma das vítimas relatou que o transtorno gerado pelos criminosos e a dificuldade de resolver o problema em um banco da cidade chegaram a provocar um AVC em sua mãe.

Publicidade

O primeiro relato foi de um senhor de 71 anos. Ele contou que, na última segunda-feira (22), recebeu ligação de uma suposta funcionária da Caixa Econômica Federal informando que seu cartão de débito havia sido utilizado de maneira fraudulenta. O idoso informou que não mantinha relacionamento com o banco, mas sim com o Itaú. Ele foi orientado pela mulher a entrar em contato com a ouvidora para a confirmação dos dados, entre eles a senha do cartão do banco.

A vítima fez a ligação e foi orientado a entregar cartão e senha a um suposto funcionário do banco que iria até sua casa. O golpista chegou minutos depois. Mais tarde, o idoso suspeitou do fato, ligou na agência em que mantinha a conta e pediu o bloqueio do cartão. A vítima, no entanto, foi informada que uma transferência de quase cinco mil reais já havia sido feita da sua conta.

Cartões extraviados

Uma mulher de 33 anos tem tido prejuízos com golpistas desde novembro do ano passado, quando perdeu os cartões de crédito do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. A vítima entrou em contato com as instituições para solicitar o bloqueio e o estorno dos valores das compras realizadas indevidamente por criminosos. A devolução do dinheiro ocorreu no cartão do Banco do Brasil, mas até a última terça-feira, quando o caso foi registrado pela polícia, a mulher ainda não tinha recebido o estorno da Caixa.

A vítima também relatou aos policiais que, no dia 19 deste mês, uma mulher foi até uma agência da Caixa e apresentou documento falso, se passando por ela. A golpista conseguiu transferir R$ 40 mil para uma conta desconhecida e sacar outros R$ 5 mil com o atendente. As movimentações foram descobertas quando a vítima acessou o aplicativo do banco.

Sem conseguir contato com a Caixa por telefone, a mulher foi atendida por um funcionário da agência de Poços. Após verificar imagens da estelionatária em ação, a gerente do banco garantiu que os valores retirados da conta serão ressarcidos em dez dias úteis.

A vítima disse que estava com a mãe e que ficaram bastante nervosas com a situação. A mãe da mulher chegou a sofrer um AVC horas depois e permanece internada.

Venda online

Uma mulher de 30 anos também caiu em um golpe ao vender um relógio Apple Smart Watch, no Mercado Livre, por R$ 2,5 mil. A vítima disse à polícia que uma pessoa fez contato e demonstrou interesse no relógio. O golpista teria pedido o e-mail da vítima e dados que serviriam para fazer um seguro do produto. A mulher enviou o relógio pelos correios e combinou o pagamento para o dia 18 deste mês. Até a última terça-feira (23) não havia recebido o valor combinado.

A vítima entrou em contato com o Mercado Livre, que informou se tratar de um golpe. O site alertou que como a negociação não havia sido realizada via Mercado Pago, modalidade segura para este tipo de transação, a empresa nada poderia fazer.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.