Publicidade

Cicatrizes são marcas que podem trazer lembranças dolorosas. Muitas vezes, nas mulheres, são consequências de violência doméstica, questões de saúde, acidentes ou até mesmo automutilação. Ciente disso, o tatuador Rodrigo Zanão criou o projeto Restaurart, ao lado da esposa Laura Melo. A ideia é oferecer tatuagens gratuitas para cobrir essas marcas.

Publicidade

Zanão focou em dar sua ajuda às mulheres e, dentro de seus limites, passou a reconhecer, identificar e realizar os procedimentos. O Restaurart tomou forma e agora já conta com mais colaboradores. “Em janeiro fizemos uma campanha para dar visibilidade ao projeto e com isso busquei parcerias com psicólogos, terapeutas e pessoas espiritualizadas, para oferecer um resgate por inteiro”, explica Zanão.

Agora o projeto abre as portas para as mulheres interessadas. Basta ir ao estúdio de tatuagem (rua Junqueiras, 246), das 10h às 19h. A mulher será atendida pela equipe e contar sua história para saber se tem o perfil para receber sua tatuagem estética ou artística.

Outros profissionais também são convidados a se unirem ao Restaurart. Tatuadores, psicólogos e profissionais de qualquer área que possam contribuir, de forma voluntária, devem entrar em contato pelo telefone (35) 9.8815-2251. “Precisamos de pessoas que possam vir a somar no projeto, para que possamos alcançar mais pessoas. Toda ajuda é bem-vinda”, destaca Laura.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.