Publicidade

A Secretaria Municipal de Educação, em conjunto com a Secretaria de Obras, irá iniciar ações de adequação de quatro escolas municipais, visando atender exigências da Vigilância Sanitária para a prevenção e combate à disseminação do covid-19. A verba utilizada, de R$ 262 mil, foi destinada pelo Ministério da Saúde.

Publicidade

As ações serão executadas nas instalações sanitárias das seguintes unidades: Colégio Municipal Dr José Vargas de Souza, Sérgio de Freitas Pacheco, Haroldo Afonso Junqueira e Lúcia Sacoman Junqueira. A Secretaria Municipal de Educação realizou um levantamento que apontou estas unidades como as que necessitavam de obras com maior urgência. As demais unidades também serão contempladas, seguindo cronograma da Secretaria de Obras, com verba do próprio município.

Segundo a Secretaria de Educação, além da ação do tempo, e apesar das unidades contarem com pessoal de limpeza, que cuidou da manutenção das escolas neste período em que ocorreram apenas as aulas remotas, houve casos de depredação em algumas unidades. Após o retorno das férias de final de ano, o pessoal da manutenção encontrou unidades com tentativa de arrombamento, outras em que houve furto de padrão de luz e fios de cobre, muitas com vidros quebrados e, em algumas, foram constatados atos de vandalismo, com depredação pontual em alguns locais da escola.

Na reunião do último dia 11, com a presença da secretária Maria Helena Braga, do secretário de Obras, José Benedito Damião e representante da secretaria de Saúde, ficou definida a realização das melhorias nas quatro escolas e o escalonamento para as demais unidades. A ação visa o retorno das aulas presenciais, que deve ocorrer de forma híbrida, assim que o Comitê Extraordinário de Enfrentamento à Covid-19 deliberar favoravelmente, levando em consideração os números da pandemia no município e o Plano de Ação formatado pela Secretaria Municipal de Educação.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.