A Polícia Militar registrou, na segunda-feira (21), três casos de estelionato em Poços de Caldas. A soma dos prejuízos é de quase R$ 9 mil.

O primeiro registro foi de uma idosa. Ela contou que recebeu mensagem via WhatsApp, na qual os criminosos se passaram por sua filha. Eles a fizeram acreditar que a filha havia mudado o número de telefone e usaram uma foto dela para garantir que a idosa não desconfiasse.

Após algum tempo de conversa, os estelionatários pediram dinheiro supostamente para pagar um fornecedor, já que a filha estaria construindo uma casa, inclusive apresentada em fotos. Como a filha reside em São Paulo (SP), a mãe acreditou que estaria ajudando e depositou R$ 6.985 nas contas indicadas pelos criminosos. Ela ainda enviou a eles uma foto de seu cartão, para que a filha pudesse devolver o dinheiro posteriormente.

Só depois de toda a transação a idosa conseguiu contato com sua filha e descobriu ter caído em um golpe.

Falso aluguel

Um homem também foi lesado, mas desta vez no golpe do aluguel. Segundo ele, através do Facebook encontrou uma casa para alugar no Parque Esperança. Ele fez contato com a autora da postagem e fechou o negócio, ficando acertado que a caução seria a quitação de nove contas de água que estavam em atraso no nome de uma mulher já falecida, que somaram R$ 1.055.

O homem pagou as contas, mas quando chegou ao imóvel, já para realizar a mudança, percebeu que a casa estava habitada. Os moradores informaram inclusive que já haviam pago o aluguel.

Compras no cartão de crédito

Uma mulher também procurou a PM depois de ter acessado a fatura de seu cartão de crédito. Ela encontrou compras pela internet que somaram R$ 1.328,08, mas não reconhece as transações.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.