A data para a realização da licitação para concessão dos pontos turísticos foi mudada. A falta de algumas folhas em um dos anexos motivou a mudança.

A comunicação da alteração foi publicada no Diário Oficial da Prefeitura desta quinta-feira (27), nele a comissão especial de licitação explica houve a necessidade de adequação da formatação do Edital, bem como das condições da concessão e operação dos serviços, e retificação do Apêndice envolvendo o Recanto Japonês. As demais condições impostas foram mantidas.

Com a alteração e para não prejudicar os interessados a data, anteriormente prevista para o dia 1° de outubro, foi adiada para o dia 15, quando  deverá ser realizada a abertura dos envelopes a partir das 10h30 no Espaço Cultural da Urca.

A concessão tem por objeto a delegação de concessão de uso de bens públicos para fins de exploração econômica de atividades turísticas de visitação, bem como serviços dos equipamentos turísticos, incluídas obrigações de gestão, melhorias e operação dos atrativos existentes em formato de Circuito Turísticos Integrado localizado em Poços de Caldas.

A administração pública municipal estima um investimento inicial em R$ 37 milhões com o edital. A concessão tem prazo de 30 anos e um contrato total de R$ 493 milhões.

Entre as melhorias, a prefeitura prevê a instalação de um novo teleférico e a reconstrução da Casa de Chá no Recanto Japonês, destruída por um incêndio em 2016.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.