A Polícia Militar conseguiu prender quatro homens, na noite de quarta-feira (3), e apreender um adolescente. Todos são suspeitos de envolvimento com o assalto praticado contra a agência bancária do Banco do Brasil em Caldas. Cerca de R$ 700 mil foram recuperados.

Dinheiro estava dentro do carro dos criminosos (foto: PM)

A PM soube do crime quando a central de videomonitoramento da agência entrou em contato, após o botão de pânico ter sido acionado pelas vítimas. Na agência, os funcionários contaram que os autores estariam fazendo reféns a esposa e filhos de um dos gerentes da referida agência. A esposa e duas filhas do gerente, de 54 anos, foram rendidas no dia anterior por três autores. Somente pela manhã a quadrilha se dividiu, tendo o gerente sido levado ao banco e a família colocada em um carro.

Na agência o gerente foi forçado a retirar do cofre cerca de R$ 1,1 milhão, junto de um segundo gerente rendido no local, colocando dentro de sacolas e posteriormente em um veículo. Quando a PM terminava de processar os dados do assalto e iniciava os rastreamentos, a família foi liberada perto da cidade de Congonhal.

Os militares conseguiram, apenas com dados das vítimas, identificar dois criminosos, oriundos da cidade de Alfenas. Com toda a sessão de inteligência do 29° Batalhão, da 18ª Região, de Pouso Alegre e Alfenas trabalhando nas buscas, em Alfenas foi abordado um veículo ocupado por quatro indivíduos.

Quase R$ 700 mil foram recuperados

Com eles os militares encontraram duas armas de fogo e a quantia de R$ 688.297,00 em dinheiro no interior do veículo. Os suspeitos confessaram e ainda apontaram a existência de mais um criminoso, morador da cidade de Caldas, que também foi preso.

A quadrilha é formada por homens entre 17 e 47 anos.