A Estação de Tratamento de Esgoto ETE 1 será inaugurada virtualmente na sexta-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente. As obras, que começaram em 2007, tiveram diferentes empresas responsáveis e garantem que Poços de Caldas trate 100% do esgoto.

“Iríamos fazer uma inauguração oficial com toda a grandiosidade que uma obra desse porte e importância merece. Contudo, seguindo os protocolos de saúde relativos à pandemia do coronavírus, estaremos realizando apenas uma inauguração simbólica, através de uma gravação de vídeo realizada no local. Quero pedir desculpas a tantos que deveriam estar presentes nessa inauguração dividindo essa alegria, manifestando minha gratidão a centenas de pessoas, responsáveis por essa conquista, incluindo as que estão me acompanhando no atual governo, e principalmente, ao DMAE, na pessoa do seu diretor atual Paulo César Silva  e funcionários dessa autarquia que é também motivo de orgulho para todos nós”, ressaltou o prefeito Sérgio Azevedo.

Obra de R$ 15 milhões começou em 2007 (foto: DMAE)

A ETE 1

A ETE 1, localizada no bairro Córrego D´antas, ocupa um espaço de aproximadamente 100 mil quadrados de área total e 9.500 metros quadrados de obra construída, onde estão instalados quatro reatores com quatro células cada, a Central de Desidratação do Lodo e o Laboratório.

Orçada em aproximadamente  R$ 15 milhões, entre obras e equipamentos,  com financiamento da Caixa Econômica Federal e recursos do próprio DMAE, a Estação conta ainda com queimadores de gases para evitar que os odores alcancem a comunidade próxima, além da “cortina arbórea” formada por mais de duas mil árvores plantadas no entorno, seguindo normas legais determinadas pela Superintendência Regional do Meio Ambiente (Supram).

Histórico

1997-  A prefeitura realiza um estudo de concepção de um projeto básico e licenciamento ambiental, seguindo o Plano Diretor de Água e Esgoto da época. Prefeito Geraldo Thadeu Pedreira dos Santos – Diretor do DMAE Luiz Antonio Fonseca;

2004 – Realizada a assinatura para a construção da ETE 1-  Prefeito Paulo Tadeu Silva D’Arcádia – Diretor do DMAE Tarcísio Teotônio de Loyola;

2007 – Inicio das obras em maio. A 1ª empreiteira contratada abandonou os trabalhos em janeiro de 2010, sendo acionada pela prefeitura e com a necessidade de abertura de nova licitação. Prefeito Sebastião Navarro Vieira Filho – Diretor do DMAE Rodopiano Marques Evangelista;

2011 – Em outubro, nova empreiteira assume a continuidade das obras – Prefeito Paulo César Silva – Diretor do DMAE Armando Bertoni/Tiago Cavelagna;

2013 –Em setembro, a prefeitura rescinde o contrato com a empreiteira e, após nova licitação, em março de 2016 outra empresa dá continuidade as obras – Prefeito Eloísio do Carmo Lourenço- Diretor do DMAE Alair Assis;

2017 – Em maio, ocorre distrato amigável de contrato junto à empreiteira, com parte do serviço sendo realizado pelos próprios funcionários da autarquia e outros por contratação direta. Prefeito Sérgio Antonio de Carvalho Azevedo – Diretor do DMAE Antonio Roberto Menezes;

2019 – Em setembro/outubro, realizado acordo amigável com a Caixa Econômica Federal e o DMAE assume com recursos próprios a finalização da obra. Prefeito Sérgio Antonio de Carvalho Azevedo – Diretor do DMAE Paulo César Silva.