- Publicidade -
21.8 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Caso de pitbull sacrificado em Pouso Alegre será investigado pelo Ministério Público

- Publicidade -
foto redes sociais

O Ministério Público de Minas Gerais recebeu pedidos de investigação sobre a morte do pitbull Aquiles, em Pouso Alegre-MG. O cachorro foi sacrificado no Centro de Bem-estar Animal da cidade na última semana.

Os documentos foram entregues por vereadores da cidade diretamente no Ministério Público de Pouso Alegre na quinta-feira (4).

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

Além desta, já há duas investigações abertas, sendo um processo administrativo aberto pela prefeitura de Pouso Alegre e um inquérito na Polícia Civil de Minas Gerais.

Os vereadores Leandro Morais (PSDB) e Bruno Dias (União Brasil) estiveram no Ministério Público Estadual e protocolaram conjuntamente um pedido de investigação. Quem também encaminhou pedido de averiguação ao MP foi o vereador Hélio Carlos de Oliveira (MDB).

O animal estava nas ruas da cidade quando foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Centro de Bem-Estar Animal, onde acabou sacrificado. Segundo o boletim de ocorrência, a instituição disse que ele teria sido morto por não haver espaço no local e por causa do histórico de agressividade.

Protesto

Sábado (6), a ONG Desabandone Focinhos de Pouso Alegre realizou uma passeata em protesto à morte do cão Aquiles.

Vestidos de branco, os manifestantes seguiram da rodoviária até a praça central e exibiram vários cartazes. As frases pediam justiça, o aumento do número de castrações e respeito aos animais.

O caso

O pitbull Aquiles era um cão saudável e foi morto terça-feira (2) depois de ser levado ao canil municipal após ser resgatado nas ruas da cidade.

Conforme o BO, os bombeiros foram acionados pelo dono de uma loja para capturar um cão que estaria na frente do estabelecimento comercial e teria supostamente avançado nele.

Ainda de acordo com o BO, o pitbull foi capturado e os bombeiros o levaram para o Centro de Bem-Estar Animal.

Segundo a prefeitura de Pouso Alegre, o médico veterinário que sacrificou o pitbull no Centro de Bem-Estar Animal foi afastado das funções na sexta-feira (5).

A conduta do profissional será verificada se foi ou não condizente com as normas técnicas aplicáveis. Uma sindicância administrativa foi instaurada. A administração municipal reforçou que não compactua com qualquer tipo de violência contra animais.

A Polícia Civil informou que a denúncia de maus-tratos foi registrada manhã de quinta-feira (4) e abriu inquérito para apurar os fatos.

(com informações da Câmara Municipal de Pouso Alegre e G1)


Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.

Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!