- Publicidade -
25.6 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Pagamento dos prestadores de serviços da Saúde é questionado por vereadora

- Publicidade -
Vereadora Luzia Martins (divulgação)

Foi aprovado pela Câmara de Poços, em reunião extraordinária, um Requerimento solicitando informações da prefeitura sobre os pagamentos feitos aos prestadores de serviços contratados pela Secretaria Municipal de Saúde. A proposição é de autoria da vereadora Luzia Martins (PDT).

No documento, a parlamentar indaga quantos procedimentos foram realizados pelos hospitais e pelos prestadores de serviços contratados no ano de 2023, bem como o valor pago até o momento. “Diante de respostas de Requerimentos apresentados por colegas vereadores, com relação à fila de espera para consultas, exames e cirurgias, e também de falas do secretário de Saúde sobre o atraso de pagamento de médicos, parte disso por conta da falta de prestação de contas dos prestadores de serviços, entramos com essa proposição a fim de ter conhecimento de como está essa situação”, ressalta.

- Publicidade -

Em resposta a um Requerimento do vereador Flavinho (PSDB), o Executivo informa que, em 31 de dezembro de 2022, o município possuía uma fila de espera de 58.268 para consultas, exames e cirurgias e 845 pessoas aguardando para outros procedimentos como fisioterapia e aparelhos auditivos. O Portal Fila Zero, segundo a vereadora Luzia, apresenta dados que mostram a realização de 50.728 atendimentos (consultas, exames e cirurgias) e 575 de outros procedimentos, até o final de outubro de 2023. Ainda no Portal, a prefeitura informa que todos os procedimentos represados até dezembro de 2022 serão realizados durante o ano de 2023, colocando em dia o acúmulo de demanda gerado pela pandemia. “Ainda permanecem na fila 7.540 pessoas aguardando para atendimento de consultas, exames e cirurgias e 270 pessoas para outros procedimentos. Estamos questionando se todos os pacientes que aguardavam na fila serão atendidos conforme noticiado”, afirma.

Ainda com relação ao atraso de pagamento, a legisladora questiona qual o valor do saldo devedor, quantos prestadores de serviços estão em débito com a prestação de contas para que o pagamento possa ser efetuado e se as prestações de contas da Secretaria de Saúde foram aprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde.

Para Luzia, trata-se de um tema muito importante e cabe à Câmara Municipal fiscalizar todo o processo. “Nos preocupamos com essa pauta, porque os prestadores de serviços, sejam profissionais, clínicas, hospitais, entre outros, precisam de recursos para manter sua vida financeira sustentável e cumprir com as obrigações assumidas”, finaliza.

Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -

Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.


Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Don`t copy text!