- Publicidade -
18.9 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Sindicato de Poços assina manifesto contra o aumento da alíquota de ICMS em Minas

- Publicidade -
imagem ilustrativa

Nesta segunda-feira (4), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio) e os Sindicatos Empresariais de Minas Gerais, incluindo o Sindicomércio de Poços de Caldas, uniram forças em uma ação conjunta em prol do setor empresarial do Estado.

Os representantes entregaram pessoalmente um manifesto ao governador Romeu Zema em repúdio ao aumento proposto da alíquota de ICMS.

- Publicidade -

O documento reforça que as empresas mineiras não suportam mais o aumento da carga tributária, se posicionando de forma veementemente contrária ao aumento da alíquota de ICMS, buscando preservar a competitividade e o crescimento das empresas mineiras.

“Nossa preocupação reside no fato de que a carga tributária já pesa significativamente sobre os consumidores e as empresas, de modo que a elevação da tributação tornaria essa carga insustentável”, diz o documento.

As entidades ainda afirmam, no manifesto, que a justificativa utilizada pelo governo Zena para o aumento da alíquota do ICMS, com base em suposta falta de autonomia e diminuição de arrecadação com a Reforma Tributária, que ainda está em votação na Câmara dos Deputados, é insustentável e descabida no momento atual.

 

 

 

Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -

Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.


Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Don`t copy text!