- Publicidade -
18.9 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

MPMG firma termo com Cemitério Parque para solução de problemas

- Publicidade -

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), através do Procon Estadual, firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Cemitério Parque. O documento prevê prazos para que a empresa solucione problemas relatados por clientes.

Denúncias de má conservação são antigas e frequentes (foto: Arquivo)

De acordo com o MP, o órgão recebeu um número grande de reclamações e vários processos administrativos contra a empresa Pax Cemitério Parque. Entre as principais reclamações estão a má qualidade do serviço prestado, o furto de placas de identificação de jazidos, ausência de grama nas quadras do cemitério.

- Publicidade -
Anúncio Centro
Anúncio Centro
Anúncio Centro

Como solução, o TAC estabelece que a partir da assinatura do termo o cemitério passa a ter três meses para custear as lápides furtadas, seis meses para o plantio de gramas e a obrigação de fazer uma manutenção rigorosa e vigilância patrimonial e das pessoas que frequentam o cemitério.

O termo prevê que durante o cumprimento das obrigações os processos administrativos contra o cemitério serão suspensos.

O objetivo do termo é garantir a melhoria na prestação de serviço de forma que os familiares de pessoas sepultadas no local tenham um local digno e conservado para visitar seus entes queridos.

O TAC foi firmado após uma reunião entre o promotor de Justiça Dr. Glaucir Antunes Modesto, o assessor da Promotoria, Dr. Paulo Prado e a sócia proprietária do cemitério Ana Lúcia Matavelli Leite Paes Aur.

 


Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.

Veja também
- Publicidade -






Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Don`t copy text!