Publicidade
Primeira unidade da companhia em Poços de Caldas foi em 1965 (foto: divulgação)

A Alcoa completou 57 anos de atuação em Poços de Caldas e no Brasil, no último sábado (14). A implantação da primeira unidade em Poços de Caldas, em 1965, foi o início da caminhada de sucesso da companhia no país. Do Sul de Minas, a Alcoa expandiu-se para São Luís (MA), em 1984, e Juruti (PA), em 2009. Hoje, também possui participação acionária nas usinas hidrelétricas de Machadinho, Barra Grande, Serra do Facão e Estreito.

Contar a história dos 57 anos da Alcoa em Poços de Caldas é falar de pessoas, superação de desafios, conquistas, resiliência e sustentabilidade. Ao longo destas mais de cinco décadas a companhia exportou conhecimentos, experiências e talentos profissionais para todas as localidades da Companhia no mundo, além de contribuir com o desenvolvimento de Poços de Caldas e região, além do pagamento de impostos, geração de empregos, atração de novas indústrias e, principalmente, com investimentos na comunidade, estando presente nos momentos mais importantes dos territórios em que a companhia tem sede.

Nos últimos anos, a unidade se reinventou, adaptando-se às mudanças e novas exigências da economia e do mercado. “Hoje, o nosso novo modelo de negócio está consolidado e temos uma planta competitiva e sustentável”, ressalta Fabio Martins, Gerente Geral de Operações da Unidade. “E estamos nos preparando para uma nova era ainda mais sustentável, com a entrada em operação do Filtro Prensa, que garante a continuidade das operações e a sustentabilidade da planta, com o início da disponibilização dos nossos resíduos a seco, e a busca pela certificação Aluminium Stewardship Initiative (ASI). Acreditamos que esse é um importante passo para elevarmos ainda mais a qualidade de nossos produtos, garantindo a Sustentabilidade na Cadeia de Valor do Alumínio”.

“A Unidade de Poços de Caldas é um orgulho para a Alcoa, pela sua criatividade, pequena pegada de carbono, produtividade, iniciativas e diversidade de suas pessoas”, destacou John Slaven, Vice-presidente Global de Operações da Alcoa, durante sua visita a Poços de Caldas no mês passado.

“É um exemplo para muitas outras plantas”, completou Otavio Carvalheira, presidente da Alcoa Brasil. “Em cada parte da Alcoa Poços de Caldas, Alcoanos e Alcoanas de hoje e aqueles que vieram antes de nós, têm conseguido transformar potencial em progresso verdadeiro”.

 

42 milhões de reais investidos na comunidade

A Unidade de Poços de Caldas continua investindo fortemente nas comunidades de Poços de Caldas, Andradas (MG), Caldas (MG) e Divinolândia (SP), seja por meio de projetos comunitários, programas de voluntariado e ações estruturantes, com recursos do Instituto Alcoa e patrocínio de projetos por lei federal de incentivo. Nos dois últimos anos, foram investidos mais de R$ 42 milhões. Além desse valor, mais de R$ 4,3 milhões foram destinados ao apoio e combate à pandemia de covid-19.

 

 

 

 

Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.


Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade