Publicidade

O assunto é turismo na primeira reportagem da série sobre as metas do governo Sérgio Azevedo (PSDB). Durante entrevista exclusiva para o Poços Já, o prefeito informou que está sendo realizado um grupo de trabalho para tentar fazer o teleférico voltar a funcionar ainda neste ano. A operação estava prevista para retornar sob comando da nova empresa concessionária, mas o atraso na licitação dos pontos turísticos motivou a iniciativa da prefeitura.

Processo licitatório deve ser concluído no segundo semestre, afirma o prefeito (foto: Juliano Borges/Poços Já)

O teleférico poços-caldense, uma das maiores atrações locais, está parado desde setembro de 2019. O motivo foi a queda de uma cabine, que deixou um funcionário ferido. Sérgio afirma que o acidente ocorreu devido a um problema operacional e que o equipamento é seguro. Porém, houve dificuldade em conseguir um laudo que atestasse a segurança.

O grupo de trabalho é formado pelas secretarias de Turismo, Obras e Comunicação, além de Dmae e DME. A reportagem também procurou o secretário Municipal de Turismo, Ricardo Oliveira. Ele informou que o grupo se reuniu na segunda-feira (21) e que a reativação está sendo analisada.

“Vamos ver se isso é possível com a nossa equipe, se temos condição de achar uma solução. Como vamos retardar em mais seis meses essa licitação (da concessão dos pontos turísticos), seis meses são muito tempo. Vamos ver se conseguimos, nesse período, fazer com que o teleférico volte a funcionar”, explicou o prefeito.

Concessão

O Plano Municipal de Turismo está sendo lançado nesta quarta-feira (23) e, de acordo com o prefeito, influencia diretamente o processo licitatório de concessão dos pontos turísticos locais.

A abertura dos envelopes, que seria em 15 de fevereiro, foi adiada para 18 de maio. De acordo com Sérgio, a motivação foi a necessidade de deixar a concessão mais atrativa. As demandas teriam sido levantadas inclusive pelo Plano Municipal de Turismo, desenvolvido pela Agência Brasileira de Engenharia Turística (Abet), em parceria com a prefeitura e o Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Ainda teria sido necessário transferir a licitação para um período mais favorável, que não concorresse com licitações do mesmo setor realizadas em outros locais do país. “As empresas são poucas, que lidam com o turismo, e estavam todas já focadas nesses projetos que já existiam. Com isso, o nosso projeto estava sendo prejudicado”, informou Sérgio.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho está em busca de empresas que possam participar da licitação, segundo o prefeito. Caso o processo licitatório seja concluído com sucesso, a concessão deve ser iniciada nos primeiros meses de 2023.

Mídia espontânea

O turismo local também está sendo beneficiado pela divulgação nacional, através de produções audiovisuais gravadas em Poços de Caldas. Além dos dois filmes recentes da Turma da Mônica, a cidade é cenário da série que será exibida no Globo Play.

A novela Além da Ilusão, na faixa das 18h da Rede Globo, também gerou grande repercussão, com reportagens mostrando Poços de Caldas nos maiores veículos da imprensa nacional e nas redes sociais de artistas famosos, como da atriz Larissa Manoela.

“Isso é uma mídia espontânea, que a gente não gasta nada. Todos artistas que vieram aqui saíram maravilhados com a nossa cidade, com a qualidade de vida que tem aqui, a limpeza e organização. O que a gente faz é tratar eles bem e dar todas as condições, estrutura e logística que eles precisarem”, comentou Sérgio.

Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.


Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade