Publicidade

O ato contra o presidente Jair Bolsonaro, que ocorreria no sábado (19), teve a data alterada para sexta-feira (18). De acordo com a organização, a mudança ocorre “em virtude do decreto da prefeitura que impede a circulação do transporte público durante os finais de semana e da inviabilidade que essa decisão traz à manifestação”.

O protesto vai passar pelo Centro, com saída do Parque José Affonso Junqueira às 18h. Assim como os atos do dia 29 de maio, a manifestação é organizada por movimentos sociais, sindicatos e partidos políticos. Em pauta está o descontentamento com diversas questões, como a demora na vacinação contra a covid-19, redução do Auxílio Emergencial, perda de direitos trabalhistas, alta inflação, desemprego e cortes nas áreas de ciência e educação, entre outras.

Ato do dia 29 de maio pediu impeachment do presidente Bolsonaro (foto: João Araújo/Poços Já)

“Como se não bastasse as mais de 500 mil vidas perdidas no Brasil e mais de 300 em Poços de Caldas, tivemos uma redução de 75% no valor do Auxílio Emergencial, explosão da inflação e um grande aumento no preço dos alimentos como o arroz, feijão, óleo de soja e também no gás de cozinha, que hoje passa dos R$ 100. Enquanto isso, os bilionários, bancos e grandes empresários brasileiros aumentam sua fortuna”, declarou a organização do ato.

Assim como ocorreu na manifestação do dia 29 de maio, a orientação é que os manifestantes usem máscara, levem álcool em gel e mantenham o distanciamento durante o percurso.

Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.


Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade