Publicidade

O secretário de Turismo de Poços de Caldas, Ricardo Fonseca, assinou, junto com outros 19 secretários e gestores de Turismo de Minas Gerais, um ofício que pede ao governo estadual flexibilizações dentro do Programa Minas Consciente. Entre as solicitações, está a migração do município da Onda Roxa para a Onda Vermelha. Segundo o secretário, a mudança ofereceria condições de trabalho ao turismo, com a reabertura dos parques da cidade e a promoção de Minas como destino seguro.

Ricardo esclarece que a cidade está fazendo parte deste movimento por entender que inúmeros setores, entre eles o de turismo, estão sendo prejudicados com as medidas restritivas impostas para frear o avanço da covid-19 nos municípios. “Entendemos a importância da Onda Roxa, do quanto é importante proteger a saúde da nossa população, porém existem algumas inconsistências e o turismo vem sendo muito prejudicado. Então encaminhamos a carta às autoridades estaduais solicitando que tenham um olhar diferenciado para o setor”, esclarece.

O secretário lembra que o turismo precisa de uma ajuda financeira, ao estilo do auxilio emergencial do Governo Federal, para os trabalhadores de atividades como alimentação, bares, restaurantes, agentes de viagens e outros. “E um apoio maior para os casos de demissão que somam altos números. Tínhamos uma lei federal onde se oferecia alguns quesitos básicos para evitar essas demissões e hoje não temos nada”.

Treze associações comerciais e empresariais também assinam a carta. Entre os gestores de cultura de municípios que assinam o documento estão os de Capitólio, Caxambu, Diamantina, Extrema, Gonçalves, Santa Luzia, Monte Verde, Ouro Preto, Poços de Caldas, Prados, São José da Lapa, São João del-Rei, São Lourenço, Serro e Tiradentes, além de representantes dos circuitos Trilha dos Inconfidentes, Serras Verdes do Sul de Minas, das Águas, Nascentes das Gerais e Canastra e Serras Verdes do Sul de Minas. Nas últimas 24 horas, outros oito municípios de diversas regiões do Estado aderiram à mobilização.

“É uma carta tranquila, nada ofensiva, mas que pede atitudes do governo do estado para com Minas Gerais e seu turismo. Ainda hoje teremos uma reunião com o secretário de Estado de Turismo, Leônidas Oliveira, e esperamos um retorno do governador ainda essa semana”, finaliza o secretário.

Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.


Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade