A Câmara de Poços de Caldas aprovou, na terça-feira (7), duas moções direcionadas ao governo estadual, contrárias às medidas impostas pela onda roxa do plano Minas Consciente. O Legislativo apela para que o governador Romeu Zema (Novo) reconsidere as restrições ao funcionamento do comércio e solicita a inclusão de atividades físicas como serviços essenciais.

Funcionamento do comércio

Publicidade

De acordo com a moção de protesto, aprovada por unanimidade e assinada por todos vereadores, a onda roxa não tem apresentado resultado efetivo na diminuição do colapso na saúde pública. Além disso, as restrições de funcionamento do comércio agravam a crise econômica e o desemprego.

“Não é a ideia de nenhum de nós querer equiparar saúde com a economia. Mas, de fato, hoje a situação está grave e nós vemos um lockdown seletivo. A pessoa tem seu comércio fechado e ao lado o outro comércio aberto”, criticou o presidente Marcelo Heitor (PSC).

O assunto provocou amplo debate entre os parlamentares durante a sessão. A moção solicita que “seja feito o fechamento adequado de todos os serviços que não são essenciais ou então que sejam liberadas todas atividades com os protocolos sanitários feitos individualmente, de acordo com a necessidade de cada setor”.

Atividades físicas

A moção de apelo para que o governador reconheça os exercícios físicos, ministrados por profissionais, como atividades essenciais, também foi assinada e aprovada por todos. A intenção é que as academias sejam reabertas, de acordo com protocolos de prevenção à covid-19.

Entre outros parlamentares, a iniciativa foi defendida pelo ex-secretário de Esportes, Wellington Guimarães (DEM), e pela médica pediatra Regina Cioffi (PP), que destacou os benefícios dos exercícios para a saúde. “A atividade física é comprovadamente um grande diferencial para nossa imunidade, assim como a boa alimentação, assim como os cuidados, assim como o sono, assim como a ingestão de água. Eu acrescento aqui, vereadores, o leite materno, que também é um grande diferencial para a saúde do bebê, da mãe e dos futuros adultos”, comentou a vereadora.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.