Aprovado por unanimidade na terça-feira (30), durante sessão da Câmara de Poços de Caldas, o Requerimento n. 263 solicita informações do Executivo sobre as medidas adotadas para diminuir o contágio do coronavírus no transporte coletivo. A proposição é de autoria dos vereadores Tiago Braz (Rede) e Lucas Arruda (Rede).

Requerimento foi aprovado na sessão da Câmara desta semana

Segundo os parlamentares, desde o início da pandemia, diversas mudanças têm ocorrido em Poços para tentar diminuir o contágio. Eles alegam, no entanto, que muitas ações não surtiram o efeito esperado, elevando cada dia mais o número de novos casos e óbitos. “O transporte público coletivo urbano tem sido a maior preocupação da nossa população, sendo considerado, pela maioria, um local de aglomeração, principalmente por não haver outro meio de transporte para se locomover ao trabalho e outros locais necessários”, apontam os vereadores no requerimento.

Publicidade

Entre outros pontos, eles questionam quais são os protocolos sanitários determinados para o transporte coletivo e se essas medidas têm sido seguidas, se existe fiscalização, como é feita a sanitização dos ônibus e qual a capacidade permitida para cada veículo.

Para Lucas Arruda, as pessoas precisam de segurança durante o trajeto. “Sabemos da necessidade do transporte público coletivo para grande parte dos trabalhadores e que muitos não podem exercer suas atividades de casa, mesmo durante a pandemia, ou seja, necessitando de deslocamento. Por isso, essas pessoas precisam de segurança. Pensando nisso, nosso mandato realizou diversos pedidos ao Executivo Municipal para que se evitasse a superlotação nos ônibus do transporte coletivo e adotassem medidas mais eficazes de combate à disseminação do vírus, além de fiscalização mais ativa. Após diversos ofícios, indicações e requerimentos realizados pelo mandato, até o presente momento, continuamos assistindo cenas absurdas de aglomeração no transporte público, indo ao oposto das orientações sanitárias”, declara.

Segundo Tiago Braz, o Requerimento foi apresentado após muitas denúncias da população. “Muitas reclamações de lotação nos ônibus na pandemia vêm sendo feitas, fato este comprovado por mim e alguns vereadores que, recentemente, estivemos no terminal de linhas urbanas em horários de pico. Tal situação causa indignação à população com toda razão, pois é preciso ter as mesmas exigências à empresa de transporte coletivo que temos com os comércios, empresas e população em geral. Desta forma, esperamos todos os relatórios de fiscalização do transporte coletivo, se é que existem, e também todos protocolos impostos a eles para que possamos cobrar o cumprimento e, se for necessário, cobrar aplicações de multas a ela”, afirma.

O Requerimento aprovado pelos vereadores está disponível para consulta no Portal da Câmara, em Proposições


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.