As consultas oftalmológicas precisam ocorrer regularmente para prevenir doenças e garantir a saúde dos olhos. Segundo o médico oftalmologista Carlos Aterje, há diversos fatores que necessitam de avaliação periódica.

Crianças e adolescentes devem ser levados ao consultório pelo menos a cada seis meses e adultos uma vez por ano. Um dos principais objetivos é realizar o exame de acuidade visual, cujo método permite detectar o quanto o paciente consegue enxergar e se precisa utilizar óculos, determinando assim o grau das lentes.

Exames previnem diversas doenças oftamológicas (foto: Juliano Borges/Poços Já)
Publicidade

Ainda ocorre medição da pressão intraocular, importante na prevenção do glaucoma, e nas crianças avaliação de estrabismo. Em recém-nascidos é fundamental verificar o funcionamento do canal lacrimal e realizar o “teste do olhinho”. O exame, simples, rápido e indolor, consiste na identificação de um reflexo vermelho que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. Assim, é verificado se há alguma obstrução no eixo visual, que pode inclusive levar à cegueira.

Outro exame importante é o de biomicroscopia, um dos mais utilizados na oftalmologia. Por meio da lâmpada de fenda é possível avaliar o olho em detalhes, verificando a saúde da córnea, conjuntiva, esclera, cristalino, íris, retina, coróide e nervo óptico. “As consultas periódicas ao oftalmologista são importantes para prevenir doenças, mas também para começar os tratamentos ainda nos estágios iniciais”, explica o doutor Carlos Aterje.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.