Publicidade

O atual prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo (PSDB), que é candidato à reeleição, teve o registro de candidatura cassado pela Justiça, de acordo com sentença publicada no sábado (24). A denúncia do Ministério Público alega abuso de poder político.

Sérgio é candidato a prefeito pelo PSDB (foto: arquivo Poços Já)

O motivo é o comparecimento do candidato na inauguração das unidades habitacionais do Residencial Vale dos Pinheiros, do programa Minha Casa Minha Vida. A argumentação é baseada na “grande repercussão na mídia e redes sociais, o que configura, via de consequência, abuso de poder político, pois afeta a igualdade de oportunidade entre os candidatos nos pleitos eleitorais, configurando uso promocional em seu favor a distribuição de serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo Poder Público”.

A sentença ainda informa que a defesa de Azevedo alega não ter havido evento de inauguração de obra pública, mas sim uma reunião técnico-operacional para entrega das chaves aos contemplados. O comparecimento do candidato teria sido “rápido e discreto, sem qualquer pedido de voto, utilização de microfone, palanque ou apresentação de destaque”.

Cabe recurso, mas a decisão do juiz Edmundo José Lavinas Jardim, da 222ª Zona Eleitoral de Minas Gerais, ainda aplica multa de R$ 10 mil e declara a inelegibilidade do candidato por oito anos, a partir da eleição atual.

O Poços Já entrou em contato com a assessoria do candidato, mas até o momento não houve retorno.



Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.