Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade

Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (22), o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, anunciou o início do processo de concessão para a iniciativa privada de quatro pontos turísticos locais. Inicialmente será realizada uma consulta pública. A expectativa é que a licitação seja aberta em março e que o contrato seja assinado ainda neste ano.

Prefeito anuncia o projeto feito em parceria com o BDMG (foto: João Araújo/Poços Já)

Os documentos para consulta estarão disponíveis a partir de amanhã (23), no site ou na sede da prefeitura.  Ainda serão realizadas reuniões com interessados aqui em Poços, além de Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP), e audiência pública no dia 21 de fevereiro, também em Poços de Caldas.

Estão incluídos os seguintes pontos turísticos: Complexo do Cristo Redentor, Fonte dos Amores, Recanto Japonês e Complexo Véu das Noivas. O modelo de concessão, elaborado em parceria com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), prevê que a empresa vencedora da licitação pague uma outorga ao município, além de investir cerca de R$ 37 milhões em obras nestes locais. A principal delas seria a substituição dos equipamentos do teleférico. A concessão terá duração de 30 anos.

Além do pagamento da outorga, o município vai arrecadar impostos decorrentes destas operações. Entre as premissas para que a iniciativa privada assuma está a entrada gratuita para os moradores locais e o início da cobrança de ingressos somente após o término das obras, que teria prazos de seis a 24 meses.

A turismóloga Carolina Caponi, da Secretaria Municipal de Turismo, afirma que a intenção do projeto é melhorar a qualidade dos serviços oferecidos aos turistas. Segundo ela, estes equipamentos hoje proporcionam apenas uma turismo contemplativo. “Essa proposta é justamente para dar um salto nesse turismo, ter um turismo de experiência com a oferta de vários serviços que podem ser agregados nas áreas de turismo de aventura, ecoturismo e turismo gastronômico”, explica.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.