Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Prefeitura de Poços de Caldas
Publicidade
Agentes 165 estudam propostas para a cidade (foto: divulgação).

Desde que iniciou a campanha para vereador, Gustavo Bonafé (PSDB) tinha a proposta de realizar um mandato participativo, com ajuda da população para procurar resolver problemas existentes na cidade. Foi daí que surgiu a ideia de criar o grupo “Agentes 165”, que tem participação de moradores de Poços de Caldas. “Existia uma série de barreiras culturais, de conhecimento, e de educação que tornava o vereador um ser meio inacessível. A ideia foi tornar meu trabalho, enquanto vereador, acessível, direto e participativo”, conta.

Segundo o vereador, o nome do grupo surgiu por meio do conceito de agente de mudança. O número 165 é a quantidade de pessoas que o parlamentar espera que venham a se inscrever e participar das atividades, relativo a 0,1% da população poços-caldense, de acordo com estatísticas do IBGE. “A ideia é provar que, com engajamento assíduo de 0,1% da população, você pode transformar 100% de uma cidade”, afirma.

A divisão é feita em 12 subgrupos: consciência, cultura, economia, educação, estilo de vida, inovação, mobilidade, natureza,participação, saúde, transparência e urbanismo. As inscrições podem ser feitas pelo próprio site do vereador. Entre os compromissos obrigatórios para integrar o Agentes 165 estão ajudar o vereador na tomada de decisões, fiscalizar as ações do parlamentar durante o mandato e propor ideias e soluções para os problemas da cidade. Em troca, o agente tem alguns benefícios como possibilidade de participar de palestras exclusivas e acesso a uma biblioteca virtual.

O publicitário Estevan Nicolini foi um dos primeiros a integrar o grupo Consciência, que já realizou algumas atividades. Entre elas, um bate-papo sobre o jogo virtual Baleia Azul. “Me chamou atenção a proposta de uma participação mais ativa da população no mandato de um vereador, por isso resolvi participar, para colaborar pelo menos um pouco com a mudança da nossa cidade. É  muito bom estar mais presente, propondo ações”, explica.

Além das atividades fora do horário do legislativo, Bonafé ainda deixa por conta do grupo a função de marcar reuniões entre si e depois repassar a ele as demandas discutidas. “Eu ofereço uma série de ferramentas para cada um dos grupos poder participar. Já fiz vários requerimentos que foram pedidos deles. Juntos fizemos ações de intervenção urbana e já pedi audiência pública. Tudo isso parte de ideias que o pessoal tem e o gabinete acaba sendo quase que uma incubadora de cidadania. É aqui que a gente dá todo encaminhamento. Os grupos têm autonomia para se organizar, se encontrar e me passar as demandas. A gente tem encontros trimestrais e eles têm poder, inclusive, de influenciar meu voto sobre algum assunto delicado. Ainda não aconteceu essa situação, mas eles têm esse poder”, finaliza.

Prestação de contas

Quinzenalmente, Gustavo Bonafé envia para o grupo e posta em suas redes sociais a prestação de contas do gabinete 8. Entre as medidas para contenção máxima de gastos, o vereador abriu mão da vaga de estacionamento na Câmara e do telefone do gabinete. “Apesar de morar na região central, por vários momentos, eu preciso de um meio de transporte, pensando nessa questão do mandato sustentável, eu optei pela bike elétrica. O telefone eu uso em último caso. Eu já tenho um pacote no meu celular pessoal, com mil minutos, e é muito difícil você gastar mil minutos. Invés de gastar o telefone do gabinete uso o meu pessoal, mesmo que seja para assuntos da Câmara”, explica.

O vereador também adotou outras formas de economizar, como a utilização de uma garrafa de água no lugar dos copos descartáveis, além de diminuir a quantidade de impressões. “Eu uso uma garrafa para por água e, somente nas sessões de terça-feira, até o final do mandato vão ser quase mil copinhos economizados. Se você expandir isso para todos os dias da semana é uma economia que a, longo prazo, se torna muito relevante”, conclui.


Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.