- Publicidade -
17.6 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Vereador questiona fiscalização e trajetos das charretes no município

- Publicidade -
Requerimento está na pauta da sessão da Câmara desta semana.
Requerimento está na pauta da sessão da Câmara desta semana.

O vereador Tiago Cavelagna (DEM) questionou, durante a sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (12), a fiscalização do serviço prestado pelos charreteiros no município. As tarifas atuais foram regulamentadas pelo decreto 11.022 de 30 de julho de 2013.

Cavelagna quer saber qual órgão fiscaliza a execução das tarifas e o respeito à carga máxima, que é de quatro pessoas ou 280 quilos. Outro problema levantado são os longos trajetos feitos por esses veículos. Segundo o vereador, poucos turistas pedem pelos percursos maiores, como Recanto Japonês e Represa Bortolan. “Já que são poucos, devemos retirar esse decreto e proibir que esses trajetos sejam executados. Isso coloca em risco não só a saúde daquele animal como também o trânsito, porque a charrete vai atravessar a nossa cidade passando por vias de grande fluxo”, reclamou.

- Publicidade -

A questão é antiga e continua o debate sobre a proibição do serviço, já que cerca de 50 famílias dependem das charretes. “Acho que acabar sem dar uma alternativa para que eles possam se manter é errado. Agora, ficar do jeit o que está, sem um norte, sem saber onde vamos chegar, mantendo esse serviço eternamente, também não cabe para Poços de Caldas. Não é porque o serviço foi bem visto 50 anos atrás que tem que ser bem visto eternamente”, disse o vereador.

Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -

Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.


Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Don`t copy text!