- Publicidade -
18.7 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Multinacional é condenada a pagar R$5 milhões por trabalho escravo

- Publicidade -

A multinacional Phelps Dodge do Brasil, instalada em Poços de Caldas, foi condenada pela Justiça do Trabalho a pagar R$5 milhões pela acusação de trabalho análogo ao escravo. Em Poços de Caldas, a empresa emprega 551 pessoas e há casos de jornadas diárias de até 23 horas. O Ministério Público também aponta ocorrências em que o intervalo mínimo de 11 horas entre as jornadas não é respeitado.

O valor deve ser revertido para a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Poços de Caldas e para o Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest). Segundo o Ministério Público, há 680 casos de empregados que cumpriram jornadas extenuantes.

- Publicidade -

“A empresa foi condenada em primeira instância a pagar uma indenização por dano moral coletivo de cinco milhões de reais. Ela está sendo obrigada a cumprir as normas que deixava de cumprir: a conceder uma jornada dentro dos limites da lei, a conceder os intervalos legais, a anotar a jornada direitinho. Se ela não fizer isso ela vai pagar multa”, informou o promotor do trabalho Paulo Crestana.

A decisão foi divulgada na terça-feira (24). O Poços Já procurou a assessoria de imprensa da empresa, mas não foi atendido.

Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -

Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.


Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Don`t copy text!