- Publicidade -
17 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Adismig realiza sabatina com candidatos a deputado estadual

- Publicidade -

Os candidatos de Poços de Caldas ao cargo de deputado estadual passaram por uma sabatina realizada na noite de terça-feira (9), promovida pela Agência para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Sul e Sudoeste de Minas Gerais (Adismig).

Todos os candidatos foram convidados, mas estiveram presentes Fábio Camargo (PMDB), Marcos Eduardo de Andrade (PSD), Paulo César Silva (PMN), Rita Lima (PC do B) e Tereza Navarro (PR). Cada candidato respondeu a cindo perguntas formuladas por diversas entidades e sorteadas no momento da sabatina.

- Publicidade -

Nesta quarta-feira (10), serão questionados os candidatos a deputado federal. O evento é realizado no auditório da Cia Bella de Artes, no Edifício Manhattan, a partir das 19h.

Leia abaixo os principais trechos, de acordo com os temas das perguntas, e na mesma ordem definida no evento. Foram realizadas duas rodadas de questionamentos.

Primeira rodada:

Marcos Eduardo de Andrade (PSD)
Marcos Eduardo de Andrade (PSD)

Marcos Eduardo de Andrade

Violência

Nós não temos uma integração entre as polícias. Nós não temos uma ação mútua de todos e minhas propostas se baseiam exatamente em cima disso. Seria a gente integrar todas as polícias, produzir infraestrutura para eles, que hoje não tem. Melhorar a situação de nossos delegados, melhorar a situação de nossas cadeias.

Custos de mandato dos deputados

Os recursos dos deputados, se forem usados de forma correta, têm uma validade muito importante. Tem que se avaliar exatamente quais são todos esses recursos que o deputado tem. Os que forem supérfluos, a gente tem que propor a retirada sim.

Tereza Navarro (PR)
Tereza Navarro (PR)

Tereza Navarro

Participação popular

Os conselhos são a proximidade da iniciativa privada, da sociedade civil no poder público. São uma das grandes formas de participação popular. E têm que ter mais espaço. Eles não são somente consultivos, muitas vezes têm que ter um caráter deliberativo. O que eu presencio, na grande maioria das vezes, é que os conselhos se reúnem, chegam a uma série de definições ouvindo a sociedade como um todo e propõem isso para o poder público, mas são meramente consultivos e isso não chega efetivamente à população.

Educação

A grande maioria dos crimes aqui na nossa região estão ligados a menores de idade que furtam para comprar suas drogas. Eu tenho certeza que tendo escola em período integral, pensando em nossa juventude, estamos garantindo um futuro melhor para todos nós, em todos os aspectos.

Rita Lima (PC do B)
Rita Lima (PC do B)

Rita Lima

Porto seco e delegacia de polícia federal em Poços de Caldas.

Nós podemos discutir projetos junto aos companheiros, aos camaradas do partido. Não vamos nos comprometer, vamos discutir os projetos que nós já temos em pauta no partido. Educação, segurança, saúde e, talvez, em uma oportunidade, a gente venha a discutir o assunto. Mas não nos comprometemos.

Educação e renda

A educação em Minas Gerais nós podemos dizer que está um caos. Os professores estão completamente desencorajados a trabalhar, não têm interesse mais na profissão. Há uns anos, já vêm lutando para receber o piso salarial e não conseguem. Apenas 35% das crianças hoje são matriculadas em educação infantil até os cinco anos de idade e isso é um absurdo. Sem dedicar à educação, acarreta uma série de problemas.

Fábio Camargo (PMDB)
Fábio Camargo (PMDB)

Fábio Camargo

Acessibilidade

Já que a constituição considera todos iguais, é importante dar então acesso a todas as pessoas portadoras de deficiência. É importante que pensemos na acessibilidade de todos e que possamos fazer com que os prédios públicos sejam reformados, dando condições para as pessoas portadoras de deficiência. Temos aqui exemplos como o prédio da prefeitura e o próprio Fórum, que não dão acesso às pessoas portadoras de deficiência como aos idosos.

Política tributária

É preciso reduzir o ICMS para poder fazer frente a outros estados, como São Paulo e Rio de Janeiro. Precisamos reduzir imposto, citando o exemplo do ICMS, que com isso você gera muito mais produtos e serviços, fazendo com que a arrecadação aumente e incentive a economia. O Estado não vai deixar de arrecadar, porque vai acabar ganhando nesse aumento da produção e dos serviços.

Paulo César Silva (PMN)
Paulo César Silva (PMN)

Paulo César Silva

Planos de metas para o setor público executivo

O recurso que chega ao município é muito pequeno em detrimento do que fica para a União e da pequena parte do Estado. Portanto, precisamos estar completamente unidos. As bancadas regionais precisam discutir o desenvolvimento regional e buscar recursos para que possamos, de uma forma definitiva, fazer com que os municípios parem com esse sofrimento.

Educação e incentivo aos professores

Primeiro, temos que conscientizar as famílias que escola é local de se buscar conhecimento, não de se dar educação. Hoje se joga a responsabilidade em cima do professor. É muito bacana a escola em tempo integral, tive o privilégio, enquanto prefeito, de antes da meta definida pelo MEC, de transformar escolas do município em tempo integral. Temos que conscientizar as famílias da sua participação efetiva, para que esses objetivos e essas metas sejam atingidas.

 

Segunda rodada:

Fábio Camargo

Terceiro setor

Não é possível, nos dias atuais, deixarmos tudo por conta do Estado, no meu ponto de vista. É importante uma participação efetiva de toda a sociedade, de ONGs, de instituições de credibilidade, instituições sérias no país, para que possamos juntos buscar melhorias na sociedade como um todo. É importante a contribuição do terceiro setor para que tenhamos uma sociedade mais igualitária e também mais justa.

Agricultura

Em relação à agricultura familiar e principalmente de subsistência, incentivar, através de apoio financeiro do governo, e de estrutura também, para que as famílias possam cada vez mais plantar, cultivar e colher para a sua subsistência e, por que não, criar cooperativas para ajudar no desenvolvimento da família de menor renda no estado.

Turismo regional

O turismo gera emprego, gera renda, gera circulação de riqueza. Podemos aproveitar o relevo, a geografia do estado de Minas Gerais para incentivarmos o turismo através do ecoturismo. Os pontos turísticos existentes, como temos aqui na cidade, precisamos reformá-los, assim como em diversos locais no estado, para que possamos atrair renda, trabalho e emprego.

Marcos Eduardo de Andrade

Turismo em Poços de Caldas

Como deputado, eu lutarei apoiando as reformas que são necessárias em próprios de turismo aqui na cidade. Acho que a gente tem como ajudar o senhor prefeito a melhorar toda essa infraestrutura que está muito ruim inclusive. Também tentar acelerar esse processo da implantação do centro de convenções na cidade.

Cultura

Recursos para todo mundo que mexe com cultura, em um orçamento pequeno, não dá. Um outro papel que um deputado pode estar agindo é no orçamento estadual, tentar melhorar esse orçamento para que esse recurso chegue um pouco melhor para a cidade e região também.

Vagas nas creches de Poços de Caldas

Uma ação até muito simples: através de recursos. Isso é uma ação do deputado completamente válida, de ajudar o seu prefeito a aumentar as vagas de creche. Uma outra coisa séria é a evasão das nossas crianças da zona rural. Hoje elas estão saindo para ter que estudar, uma falta de escolas na zona rural absurda. A gente tem que dar condições para o nosso estudante na zona rural poder viver e trabalhar onde ele nasceu.

Rita Lima

Meio ambiente

Hoje em dia se fala muito em meio ambiente, mas pouco se faz. É um assunto muito preocupante, que nós brasileiros temos que pensar com mais carinho, com mais cuidado. A questão do lixo tem que ser regularizada, não podemos deixar na situação que está. A água está escassa. Temos que tomar providência imediatamente.

Corte de custos

Nós, do PcdoB, temos a sorte de ter o ministério dos esportes ligado ao nosso partido. Falando em educação e segurança, esses dois temas eu vejo muito relacionados um ao outro. E recurso para nós não faltará. Estamos bem amparados, bem assessorados e com certeza vamos ter como arrecadar recursos para investir no esporte, educação e saúde.

Saúde

Temos que correr atrás de recursos, temos que ter muitas conversas junto aos companheiros, aos camaradas, pensar em ações e resultados imediatos para que mude essa situação no Brasil, no SUS, de demora no atendimento, nos exames. Temos que pensar com muito carinho, com muito respeito, para mudar essa situação. Vai ser um pensamento coletivo, junto com os demais, pra gente chegar a uma solução.

Tereza Navarro

Turismo regional

Eu sou a favor da regionalização em tudo, não só no turismo. O turismo não é só uma questão de política pública. Todos os atores que lidam com a área turística têm uma participação. Somos uma cidade que tem um turismo voltado só para dois dias. Se desenvolvêssemos todas as cidades como um todo, os turistas ficariam aqui quatro, cinco dias.

Pacto federativo

Setenta porcento dos nossos tributos, que são altíssimos, param na mão da União, enquanto as demandas são municipais e estaduais. As demandas são muitas, o cobertor é curto. É uma questão de prioridade. Temos que distribuir, sim, competências, mas também distribuir as receitas na mesma proporção.

Regionalização do Samu

Eu tenho uma preocupação grande de distanciar esse atendimento, a distribuição dessas ocorrências. Você tem que ter um sentimento maior com relação ao que está acontecendo na sua cidade, no seu bairro, nas ruas. Eu tenho uma preocupação muito grande e espero que o gerenciamento disso seja feito de maneira correta e coerente.

Paulo César Silva

Rodovias

Eu defendo que se entregue rapidamente o perímetro urbano para que seja administrado e mantido pelo município. Eu vou lutar para que pelo menos se tenha um convênio para que na área urbana, onde se cruzam rodovias estaduais e federais, elas sejam efetivamente mantidas e cuidadas pela cidade.

Custo dos produtos em Minas Gerais

Em Minas, as coisas são mais caras por conta da nossa carga tributária. Ela foi necessária há algum tempo para salvar o estado, para fazer que a economia, a máquina e o estado se desenvolvessem. Mas agora já se pode discutir uma redefinição para que o estado possa ser mais competitivo.

Transporte ferroviário

Eu defendo, como prioridade, a questão da facilidade da mobilidade urbana. Se nós não pensarmos na questão de facilidade de escoamento da nossa produção, realmente não vamos nos desenvolver. As condições das estradas melhoraram muito, mas precisamos pensar na frente, no futuro.

 

 

Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -

Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.


Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Don`t copy text!