- Publicidade -
18.9 C
Poços de Caldas

- Publicidade -

Obras do presídio começam em março, segundo secretário.

- Publicidade -
Secretário de estado de Defesa Social também discutiu a internação de menores infratores.
Secretário de estado de Defesa Social também discutiu a internação de menores infratores.

Os comandantes da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) se reuniram na manhã desta quinta-feira (14), em Poços de Caldas.  O secretário de estado de Defesa Social Rômulo Ferraz anunciou a construção do presídio local para o mês de março do próximo ano.

Segundo o secretário, estão sendo realizados encontros em todas as regiões de Minas Gerais para definição de estratégias de acordo com as demandas apresentadas.  Ferraz informou que as obras do presídio serão aprovadas no próximo mês, pelo Departamento de Obras Públicas (DEOP). Além de Poços de Caldas, as cidades de Machado, Alfenas, Itajubá e Lavras também terão novas unidades prisionais. “Vamos desafogar essa região, que está sacrificada em termos de sistema prisional. E vamos desativar uma série de pequenas cadeias que estão sob a  gestão da Polícia Civil, que não é a atividade desses policiais”.

- Publicidade -

A respeito dos crimes cometidos por menores de idade, o secretário acredita que podem ser reduzidos com a criação de um local para internação dos adolescentes. “Iniciaremos a construção no município de Passos, que vai atender também a Poços de Caldas e São Sebastião do Paraíso, principalmente. Será entregue no segundo semestre do ano que vem e atenderá a cerca de 60 adolescentes”.

Reunião teve a participação de diversos órgãos de segurança pública
Reunião teve a participação de diversos órgãos de segurança pública

Polícia Militar

Cerca de 1700 policiais militares e 800 bombeiros iniciarão os trabalhos no próximo ano, com a finalização de concursos públicos. O comandante geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Márcio Sant’Ana, destacou a importância da reunião para que sejam definidas as estratégias de atuação da PM. “De forma geral, vamos manter a ostensividade e atentar para a migração do crime para as zonas periféricas. Além de uma sintonia maior nas investigações, utilizando os meios disponíveis para detectar as quadrilhas e executar as prisões no tempo oportuno”.

Polícia Civil

Novos profissionais também serão incorporados à Polícia Civil em 2014. No primeiro semestre, está prevista a formação de cerca de 100 médicos legistas e 100 peritos. A chefe adjunta da Polícia Civil de Minas Gerais, Maria Camilli, adiantou que o próximo passo para o aumento do efetivo é a preparação de editais para o concurso de investigadores.

Além disso, serão adquiridos centenas de veículos no próximo ano. “Dia dois de janeiro, vamos receber 59 viaturas. A partir de seis de janeiro, vamos preparar licitações para mais de 500 viaturas. Coletes balísticos, pistolas e armamento mais pesado já foram recebidos aqui também”, explica a chefe adjunta.

Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -
Laboratório Prognose - Publicidade -

Clique aqui para receber as notícias do Poços Já no WhatsApp.


Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Nafar - Publicidade -
Veja também
- Publicidade -












Mais do Poços Já
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Don`t copy text!