Publicidade
Cerca de 300 servidores participaram da assembleia
Cerca de 300 servidores participaram da assembleia

A negociação do SINDSERV, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Poços de Caldas, com a prefeitura chegou ao fim. Após a manifestação realizada mês passado, o sindicato recebeu um ofício do prefeito Eloísio do Carmo Lourenço. O líder do executivo assumiu o compromisso de corrigir as tabelas salariais de todos os servidores até o final de 2013.

A cláusula mais importante do acordo prevê um aumento de 17,6%, para que cerca de 1.200 servidores deixem de ter salário base abaixo do mínimo nacional. O objetivo do sindicato era um aumento imediato, mas durante a assembleia realizada na noite desta terça-feira, 04, os servidores concordaram em aguardar até o final do ano. ” Isso tranquilizou o servidor público. Porém, enfatizaram que não é para a gente parar a luta por melhorias salariais”, explica a presidente do SINDSERV, Marieta Carneiro.

O sindicato propôs 68 cláusulas e 56 foram aceitas pelo executivo, o que representa 84% de aprovação. Entre os benefícios conquistados, está o vale-alimentação de R$315,00, retroativo a maio, a estabilidade pré-aposentadoria e ampliação da licença maternidade de 120 para 135 dias.

Cerca de 300 pessoas participaram da assembleia e apenas quatro votaram contra a assinatura do acordo. Para que seja definitivo, ainda falta a aprovação da Câmara Municipal. A presidente do sindicato conta que foi uma conquista, já que há quatro anos não tem acordo coletivo. “Para o SINDSERV é uma vitória muito grande. Porque essa ausência prejudicou demais a categoria.”

Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.


Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade