Publicidade
150 servidores participaram da assembléia
150 servidores participaram da assembléia

Cerca de 150 servidores do DMAE, Departamento Municipal de Água e Esgoto, participaram da assembléia que discutiu o acordo coletivo 2013/2014. A reunião foi realizada na tarde desta sexta-feira, 03, e teve como objetivo apresentar a resposta da prefeitura à proposta feita pelo Sindserv, Sindicato dos Servidores Municipais de Poços de Caldas.

Os servidores decidiram manter as reivindicações em relação às cláusulas recusadas pela administração municipal. Entre elas, está a inclusão de 10% do salário base como gratificação para operadores de máquinas na rede de saneamento e na construção civil.

As outras cláusulas rejeitadas são a respeito de revisão da avaliação individual, aprovação sindical do plano de carreira antes que seja enviado à Câmara Municipal, desconto de 1% do salário base para vale-refeição (ao contrário dos 3% atuais) e gratificação de 10% do salário base para a comissão permanente de licitação. A presidente do Sindserv, Marieta Carneiro, considera a possibilidade de greve. “Estamos caminhando para ações mais enérgicas do sindicato. A partir do momento que não se resolve através do diálogo, a categoria pode sugerir esse tipo de ação. Se for de vontade da categoria, nós iremos, com certeza, nos mobilizar nesse sentido.”

Por outro lado, a prefeitura aprovou algumas solicitações dos servidores do DMAE, como estabilidade e promoção durante a pré-aposentadoria e alterações nas escalas de folgas, promoções horizontais, gratificação por resultados e no pagamento do 13º salário.

Os auxiliares de vigia também entraram em pauta. Desde janeiro, a prefeitura paga um adicional de periculosidade correspondente a 30% do salário base. Mas o DMAE ainda não iniciou os pagamentos. A presidente do sindicato anunciou que será feita uma ação trabalhista para corrigir essas remunerações.
Reivindicações comuns
A maior reivindicação dos servidores da prefeitura é o reajuste salarial de 17,6%, com o objetivo de equiparar salários ao mínimo nacional. Mais de 1.300 funcionários recebem abaixo do mínimo, assunto que foi abordado em uma reunião com o prefeito Eloísio Lourenço, no mês de abril.
Outros assuntos de interesse de todos os servidores serão tratados na próxima assembléia geral, segunda-feira, no Espaço Cultural da URCA, às 18h.
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade
Laboratório Prognose
Publicidade

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.


Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade
Nafar
Publicidade