Casamento – Poços Já – Mulher http://www.pocosja.com.br/mulher O Poços Já - Mulher é um site para a mulher moderna. Aqui nós falamos sobre os mais diversos assuntos do mundo feminino. Thu, 07 Jun 2018 15:03:52 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.9.5 #PARTIUCASAR | Assessora precisa ser contratada com antecedência http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/15/partiucasar-assessora-precisa-ser-contratada-com-antecedencia/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/15/partiucasar-assessora-precisa-ser-contratada-com-antecedencia/#respond Tue, 15 May 2018 17:57:40 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=175964
Thaís Cobra tem 12 anos de experiência com casamentos (foto: Juliano Borges/Poços Já)

Organizar a cerimônia e a festa de casamento é um trabalho complexo. São muitos envolvidos, do celebrante ao fotógrafo, sem falar em buffet, decoração, roupas, convidados, lista de presentes, salão de festas, maquiagem e vários outros tópicos. Para ajudar na organização e no planejamento de tantos itens, uma profissional é importante e deve ser contratada com antecedência. O Poços Já Mulher procurou a assessora, cerimonialista e celebrante Thaís Cobra, de Poços de Caldas (MG), para entender a função das especialistas em casamentos. Essa é mais uma reportagem especial da série #PartiuCasar, sobre o Mês das Noivas.

Ideal é que assessoras sejam contratadas com pelo menos um ano e oito meses de antecedência

Thaís, que está no mercado há mais de 12 anos, explica que a assessora orienta e conduz o planejamento do evento. Já a cerimonialista, no dia da celebração, verifica junto aos profissionais envolvidos o serviço que foi contratado, além de dar suporte e tranquilidade para o casal.

Geralmente, os dois serviços são oferecidos pela mesma profissional e custam, ao todo, de 3 a 5% do orçamento para a cerimônia e recepção. De acordo com Thaís, o investimento é essencial para que esse dia seja o melhor possível. “A assessora conversa com os dois, entende o perfil dos noivos e faz com que a cerimônia e a festa tenham a identidade deles”, comenta.

Acompanhar a assinatura dos contratos também é importante. “Me preocupo em conhecer previamente todos os profissionais envolvidos, faço reuniões e garanto que tudo seja entregue conforme o combinado. Como cerimonialista, também acompanho a montagem e a execução dos serviços, para ter certeza que aconteçam como planejado”, comenta a assessora e cerimonialista.

O ideal é que a assessora seja contratada pelo casal pelo menos um ano e oito meses antes da cerimônia, afinal os prazos para negociação com fornecedores podem ser apertados. Thaís recomenda que tudo seja feito com antecedência. “Para ter o casamento dos sonhos, é preciso organizar com calma. O quanto antes, melhor”.

O contato com a assessora e cerimonialista Thaís Cobra pode ser feito pelo e-mail thaiscobra@hotmail.com.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/15/partiucasar-assessora-precisa-ser-contratada-com-antecedencia/feed/ 0
#PARTIUCASAR | Conheça a cerimônia de consagração maçônica http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/14/partiucasar-conheca-a-cerimonia-de-consagracao-maconica/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/14/partiucasar-conheca-a-cerimonia-de-consagracao-maconica/#comments Mon, 14 May 2018 19:43:09 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=176144
Consagração foi realizada em 2011 (fotos: arquivo pessoal)

No Brasil e no mundo existem vários tipos de cerimônia e geralmente elas têm a ver com o estilo de vida ou com a religião praticada pelos noivos. Uma delas, pouco vista por aí, é a que acontece na maçonaria. Por isso, a reportagem do Poços Já Mulher conversou com um casal que realizou a cerimônia de consagração matrimonial na Loja Maçônica Estrela Caldense, em Poços de Caldas. Em mais uma reportagem sobre os diferentes tipos de celebração, essa reportagem faz parte da série especial #PartiuCasar, sobre o Mês das Noivas.

A fisioterapeuta Cielita Soares Franco, de 38 anos, conheceu o marido Luciano de Abreu, engenheiro eletricista também de 38 anos, ainda na adolescência. Depois de alguns encontros, os dois ‘se perderam’ no caminho. Em 2009 voltaram a se encontrar e, alguns meses depois, começaram a namorar. O namoro seguiu firme e no ano de 2011 o casal passou a pensar em casamento.

Como Cielita era divorciada, a possibilidade de se casar novamente na Igreja Católica foi descartada. Como o pai e o noivo de Cielita são maçons, a ideia de realizar uma cerimônia na Loja Maçônica foi logo abraçada.  “Meu pai achou o máximo porque ele que era o venerável na época, que é tipo uma autoridade entre eles,  é o que preside a loja, então ele que iria realizar,” lembra Cielita.

O casal deixa claro que o que ocorre na maçonaria não é um casamento religioso e nem tem efeito civil. Trata-se de uma cerimônia de consagração matrimonial, uma confirmação do casamento que já ocorreu, seja no cartório ou até mesmo em uma igreja. Para que seja realizada, o noivo deve ser um membro da maçonaria. “Não é uma cerimônia religiosa, até porque a maçonaria não é uma religião. Então é uma consagração, uma confirmação. Até se a gente quisesse que o juiz de paz fosse lá, poderia, mas a gente não quis, porque achamos que seria mais emocionante sendo o pai dela”, explica Luciano.

Casal toma vinho durante a cerimônia

A cerimônia teve tudo que um casamento tem direito. Padrinhos, daminhas, flores, música, alianças, votos. E mais: alguns simbolismos que fazem parte da maçonaria. Na entrada da noiva, maçons, que são considerados irmãos do noivo, erguem as espadas bem abaixo da abóbada de aço. Essa é uma forma de mostrar que a partir daquele momento a noiva faz parte da família formada pela maçonaria, passando, inclusive, a ser chamada de cunhada.

“A partir dali, independente do que aconteça, todos estão ali para nos ajudar, é como se fosse uma proteção deles”, conta Luciano. Firmados nos valores de respeito, comprometimento, fidelidade e principalmente amor, Cielita comenta o significado do momento.  “Eles se tratam como irmãos, então durante a cerimônia é falado que a partir daquele momento eu sou considerada cunhada e posso contar com eles como se fossem irmãos mesmo, da família.”

A cerimônia de consagração matrimonial na maçonaria é recheada de simbolismos.  Sobre o altar ficam a pira para vela e a pira para incenso, que representam, respectivamente, Deus sempre presente e elevação através do perfume de toda a energia boa que faz parte do momento.  O livro da Lei, no caso a Bíblia, também está presente, como em todas as reuniões dos maçons.

Maçons se consideram irmãos inclusive passam a chamar a noiva de cunhada

Os noivos tomam vinho em uma taça de cristal, que em seguida é quebrada, para que ninguém beba da felicidade deles. “Simboliza a nossa felicidade, o vinho porque na mitologia é a bebida dos deuses e no Cristianismo representa do sangue de Cristo. Mesmo não sendo uma religião, remete a isso. Depois a taça é quebrada, o que também tem uma representatividade”, destaca Cielita.

Luciano explica ainda que essa cerimônia só é realizada em lojas maçônicas. Segundo ele, em todas as reuniões maçônicas, mesmo as consagrações matrimoniais, algumas posições devem ser respeitadas. “Você teria que montar um templo fora da loja, mas para isso precisa consagrar esse templo.  Então, por exemplo,  se você for fazer em uma quadra, aí o grão-mestre tem que vir de Belo Horizonte consagrar o local para depois fazer a cerimônia, isso é mais complicado”, salienta.

Celebração aconteceu na Loja Maçônica Estrela Caldense

Cielita e Luciano tiveram sua consagração matrimonial no dia nove de dezembro de 2011. “Além da emoção normal de um casamento, ainda tem uma a mais por ter meu pai ali realizando a cerimônia, então foi bem forte. Eu segurei muito para não chorar, e teve  uma hora que ele (o pai) parou para respirar porque ele também estava segurando para não chorar.  Eu sou muito ligada ao meu pai, então foi bem emocionante”, relata a fisioterapeuta.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/14/partiucasar-conheca-a-cerimonia-de-consagracao-maconica/feed/ 1
#PartiuCasar | Entenda os regimes de bens http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/13/partiucasar-entenda-os-regimes-de-bens/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/13/partiucasar-entenda-os-regimes-de-bens/#respond Mon, 14 May 2018 00:09:06 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=176061 Questões burocráticas são muitas vezes evitadas pelos noivos e o regime de bens é um desses aspectos. Ele é responsável por regulamentar as relações econômicas que surgem com a união conjugal, uma ideia que não vem à mente de muitos casais. Para explicar melhor esse assunto, a série #PartiuCasar procurou o advogado Davison Cardoso, de Poços de Caldas.

O pacto antenupcial é uma espécie de contrato que deve ser realizado antes da celebração do casamento, para definir direitos e obrigações para o casal, bem como formas de divisão diferentes das impostas pelos regimes previstos em lei. Na maioria das vezes, é elaborado por advogados. Só possui validade se realizado por meio de escritura pública junto ao Cartório de Notas e apenas tem eficácia perante terceiros se for levado a registro no Cartório de Imóveis.

Comunhão de bens

Caso não seja feito um contrato antenupcial, irá vigorar o regime de bens de escolha dos noivos. As opções são: comunhão universal de bens, comunhão parcial de bens, separação de bens e participação final nos aquestos.

Segundo Cardoso, a comunhão parcial é a mais comum no Brasil, por ser o regime a vigorar caso o casal não selecione um tipo. Neste caso, somente os bens adquiridos após o casamento são comuns ao casal e serão partilhados em uma eventual separação.  O mesmo se aplica no caso de união estável, uma relação de convivência entre duas pessoas, similar ao casamento civil, se não houver um contrato de convivência, que é similar ao pacto antenupcial.

Comunhão universal de bens é um regime matrimonial que torna comuns os bens do casal anteriores e posteriores ao casamento. Já a separação de bens é o regime no qual os bens permanecerão sob a administração exclusiva de cada um dos cônjuges, que poderá livremente alienar, vender e negociar. Neste caso, ambos são obrigados a contribuir para as despesas do casal.

O último modo, a participação final nos aquestos, é raro e estipula que o bem adquirido de forma individual fica fora da divisão patrimonial, porém os adquiridos pelo casal durante o casamento serão divididos. Nesse regime, cada cônjuge possui patrimônio próprio e, se houver separação, tem direito à metade dos bens comprados pelo casal durante o casamento. “É um regime de bens muito complicado de ser feito, porque é a avaliação final do que você tem de patrimônio. A divisão é bem detalhada. Quando os noivos têm uma condição financeira alta normalmente fazem um pacto pré-nupcial muito detalhado e já fica regulada a união, não precisa aderir a nenhum desses regimes”, esclarece o advogado.

Para entrar em contato com o advogado Davison Cardoso e saber mais sobre esse e outros assuntos jurídicos, o telefone é (35) 9 9178-9989.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/13/partiucasar-entenda-os-regimes-de-bens/feed/ 0
DAS ONDAS AO PETRÓLEO | Casa Naves apresenta nova coleção para noivos e padrinhos http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/12/ondas-petroleo-casa-naves-apresenta-nova-colecao-para-noivos-e-padrinhos/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/12/ondas-petroleo-casa-naves-apresenta-nova-colecao-para-noivos-e-padrinhos/#respond Sat, 12 May 2018 12:59:29 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=176064
Equipe da estilista Leila Naves (foto: Juliano Borges/Poços Já)

A série #PartiuCasar dá hoje uma dica importante para noivos e padrinhos. A Casa Naves apresenta no próximo dia 22 (terça-feira) a nova coleção de ternos. O evento “Das ondas ao petróleo” será realizado na Casa Sales, a partir das 20h.

O desfile vai levar para as passarelas a tendência da estação. A estilista Leila Naves explica que os modelos vão vestir opções para os diferentes estilos de noivos e cerimônias. “Vamos focar no que usar com coerência no casamento, levando em consideração o local e o que foi preparado para o momento de subir ao altar”.

Leila conta que, antes de fazer um terno, precisa ouvir o noivo e entender todo o contexto. “O estilo do noivo deve ser definido logo depois do da noiva, e na sequência as madrinhas e os padrinhos, assim o homem não fica sem opção”, enfatiza a estilista, que procura orientar de perto seus clientes.

Das ondas ao petróleo

Evento tem criações da estilista Leila Naves (foto: divulgação)

O nome da coleção é inspirado nos tons que serão apresentados, da areia ao petróleo. A estilista informa que para chegar até o resultado final estudou, foi em busca das tendências e referências, mas que orienta a seus clientes ver o que gostam e combina com seu estilo pessoal. “Cada um tem um tom de pele, e mesmo dentro dessas tonalidades existem as cores quentes e frias. Homem não tem uma paleta de cor, a não ser que seja uma pessoa que usa moda e está no meio, fora isso são cores mais clássicas, que não saem de moda”, pontua.

O desfile é voltado para fornecedores do ramo de casamentos, clientes fidelizados e outros interessados. Caso alguém queira comparecer deve entrar em contato pelo telefone (35) 9 9247-4001 para confirmar a presença.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/12/ondas-petroleo-casa-naves-apresenta-nova-colecao-para-noivos-e-padrinhos/feed/ 0
Noivo bem vestido é diferencial em casamento http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/10/noivo-bem-vestido-e-diferencial-em-casamento/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/10/noivo-bem-vestido-e-diferencial-em-casamento/#respond Thu, 10 May 2018 19:23:54 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=176054
Estilista Leila Naves faz ternos personalizados (foto: Juliano Borges/Poços Já)

O noivo bem vestido faz toda a diferença no casamento. Os homens não podem pensar que este é um momento apenas para a noiva brilhar. Os mais antenados sabem que precisam de mais que um terno: devem estar bem vestidos, em roupas com bons cortes e tecidos dentro de seus estilos. Em mais uma matéria da série #PartiuCasar, a reportagem do Poços Já Mulher entrevistou a estilista Leila Naves, da Casa Naves, que tem dicas para saber mais sobre o universo masculino no casamento.

Leila conta que os clientes geralmente buscam referências, mas recebem toda a orientação necessária a partir do momento em que chegam ao ateliê. “Prezamos por oferecer atendimento de qualidade, com pontualidade e comprometimento. Vamos descobrir o estilo de cada noivo, o que ele espera e o que combina com ele”.

O ateliê oferece duas opções, o cliente pode ter um terno sob medida ou ainda alugar o traje completo, inclusive com itens como sapato, gravata e camisa. A numeração também é vasta. Há ainda opções que variam do clássico ao formal, em vários tons.

Casa Naves oferece opções de aluguel e confecção dos trajes (fotos: divulgação)

Neste processo, com diversas possibilidades, encontrar o estilo do noivo é o mais importante. “Já tivemos clientes motoqueiros, daqueles que vivem de jaquetas de couro. A solução foi adaptar algo que o personalizasse, neste caso escolhemos gravatas diferentes e colocamos broches de caveira. Então, você tem que seguir o estilo, dentro daquilo que o cliente quer”, comenta Leila.

A estilista ainda relata que muitos looks chegam da internet, mas precisam ser avaliados conforme as características de cada cliente, como tom de pele e estilo do casamento. “Não adianta eu querer impor um estilo porque ele não vai se sentir bem em um momento tão especial de sua vida”.

Mais importante ainda é que o homem saiba que o casamento também é um momento dele e se dedique a estar bem vestido neste dia especial. É ele que abre o casamento e tem o primeiro contato com os convidados, antes da noiva chegar.

Segundo a estilista, o perfil já vem mudando ao longo dos tempos, com homens mais vaidosos e envolvidos. Além disso, o famoso preto básico está caindo no desuso, embora a variação ainda tenha ido pouco longe, chegando ao cinza, azul-escuro e azul-petróleo.

Casa Naves também oferece aluguel de sapatos, camisas e gravatas (foto: Juliano Borges/Poços Já)

Padrinhos

Os parceiros fieis dos noivos também encontram na Casa Naves suas opções de estilo. Personagens importantes na vida do casal, eles ajudam a compor momentos emocionantes no altar. Por isso, a escolha da roupa dos padrinhos é de extrema importância, assim como a das madrinhas.

“Casamento não tem regra, mas conta com melhores caminhos”, alerta Leila. Segundo ela, os padrinhos devem ser o ponto de partida. “A escolha dos trajes deles ajuda a definir a roupa das madrinhas ou até mesmo a atender as exigências do noivos”, conclui.

Entre as tendências desse estilo está unir o estilo deles com o do noivo, e não mais com o de suas parceiras. Era comum que a gravata do padrinho fosse em um tom similar ao do vestido da madrinha, mas essa regra já não é mais tão seguida.

Os padrinhos precisam pensar também nas camisas que os vestem. Por isso a Casa Naves tem uma grande variedade desta peça e ainda a opção de fazê-la sob medida, garantindo assim ainda mais acertos na escolha.

Uma dica importante de Leila é que na dúvida se procure um especialista. A Casa Naves, por exemplo, busca as referências e indica a melhor opção, não só na escolha do look, mas também se o cliente deve comprar ou apenas alugar a roupa.

A Casa Naves fica na avenida Champagnat, 543. Mais informações pelo telefone (35) 9 9724-5917.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/10/noivo-bem-vestido-e-diferencial-em-casamento/feed/ 0
#PARTIUCASAR | Fui convidado! E agora? http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/08/partiucasar-fui-convidado-e-agora/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/08/partiucasar-fui-convidado-e-agora/#respond Tue, 08 May 2018 09:27:47 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=175961 Se você recebeu o convite para um casamento, fique esperto. Às vezes, alguns convidados desavisados acabam cometendo gafes e atrapalhando um momento que é único na vida do casal. A reportagem do Poços Já Mulher procurou a assessora e cerimonialista Thaís Cobra, em mais uma reportagem da série #PartiuCasar, para entender o que os convidados precisam saber.

Leia o convite

Segundo Thaís, muitos problemas podem ser evitados se os convidados lerem os convites com atenção. Lá estão todas as informações essenciais para que participem adequadamente da celebração, como as orientações para confirmação de presença, endereço do site do casamento, se houver, e até onde estão as listas de presentes. “Você foi selecionado para esse casamento, então sinta-se honrado e colabore para que o dia seja ainda mais especial. O primeiro a fazer é prestar atenção nas informações contidas no convite”, orienta a cerimonialista.

Confirme presença

A confirmação de presença é importante para o planejamento, principalmente da festa. É fundamental responder, com antecedência, se vai comparecer. “Caso não seja possível ir ao casamento, também informe a ausência e agradeça o convite. A sigla RSVP, que aparece nos convites, quer dizer ‘répondez s’il vous plaît’, expressão que em francês significa ‘responda, por favor’. Dessa forma, entre em contato o mais rápido possível, de acordo com o prazo escrito no convite, geralmente até 15 dias antes da data”, comenta Thaís.

Seja pontual

Também fique atento para não se atrasar. Os convites normalmente são entregues de dois a um mês antes da cerimônia, para que todos se programem com antecedência e garantam a pontualidade. Thaís recomenda que os convidados cheguem pelo menos dez minutos antes do casamento.

Assessora e cerimonialista Thaís Cobra recomenda que convidados cheguem pelo menos dez minutos antes do horário marcado (foto: Juliano Borges/Poços Já)

Evite constrangimentos

Esse é o tópico mais importante dessa reportagem. É comum haver convidados que criam diversas situações constrangedoras. Uma delas é pedir convites extras para os noivos. “O casal sabe quem está convidando e provavelmente teve que selecionar a lista de convidados. Principalmente, não peça convite para alguém que o casal não conhece. O casamento é íntimo, avalie a situação para não intimidar o casal”.

Outro problema comum é exigir lugares específicos na festa. Muitos eventos, que não têm recepção guiada, deixam a organização das mesas acontecer de forma informal. Tem lugar para todos, mas nem sempre é possível a divisão por turmas específicas. “Infelizmente, chega em um momento da festa que não dá para colocar todo mundo junto, nem para montar ou juntar mesas. O buffet tem limite de mesas e o casal está no momento mais feliz da vida, evite criar atritos. É festa, sinta-se em casa, aproveite para confraternizar”, diz a cerimonialista.

Mais dicas

É importante lembrar de outras questões: saiba a hora de tirar fotos e de usar o celular, para não atrapalhar os fotógrafos contratados e também para prestar atenção na cerimônia; se tiver alguma restrição alimentar tente se adaptar em meio às diversas opções oferecidas; saiba que a lista de presentes é apenas uma orientação, utilizada para o caso dos convidados terem dúvidas, ou seja, você pode dar presentes que não estão na lista também.

Se quiser tirar mais dúvidas, o contato com a assessora e cerimonialista Thaís Cobra pode ser feito pelo e-mail thaiscobra@hotmail.com.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/08/partiucasar-fui-convidado-e-agora/feed/ 0
Casamento coletivo realiza sonhos em Poços de Caldas http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/06/casamento-coletivo-realiza-sonhos-em-pocos-de-caldas/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/06/casamento-coletivo-realiza-sonhos-em-pocos-de-caldas/#respond Sun, 06 May 2018 19:39:28 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=176010 Há muitos casamentos cheios de luxuosos, outros ousados e alguns mais simples. Em comum, todos têm a união voluntária entre duas pessoas. Para quem deseja celebrar o amor, o dinheiro não é obstáculo. Em Poços de Caldas, quase mil pessoas de baixa renda já realizaram esse sonho por meio das cerimônias de casamento coletivo.

O evento, realizado anualmente, está regulamentado no município pela lei 8.257. Em 2017 aconteceu a 12ª edição. Entre os beneficiados está Kamilla Colombo, que há seis anos planejava o casamento e conseguiu ser beneficiada pela lei. “ Por conta justamente de ser caro, decidimos cancelar o casamento. Foi quando soubemos sobre o coletivo e isso reafirmou nossa vontade de casar”, conta.

O casamento coletivo em Poços de Caldas já beneficiou mais de mil pessoas (foto: redes sociais)

Com o benefício do abono de taxas, um juiz se dispõe a doar seus serviços e o tribunal reserva um dia em especial para diversos casais comparecerem depois de se inscreverem previamente. Kamilla ainda conta que, além de todos os benefícios de estar legalmente casada, a lei contribuiu para realizar o sonho dela. “ Sim, eu fiquei muito feliz, ainda mais para quem não tem tanta condição, conseguir casar foi a realização de um sonho”, lembra emocionada.

Para participar do casamento coletivo é necessária a comprovação de renda (foto: redes sociais)

Segundo a Secretaria de Promoção Social de Poços de Caldas, o casal interessado deve comprovar baixa renda e morar na cidade no mínimo há três anos para ser selecionado. Além disso, os dois devem estar com o RG, CPF, certidão de nascimento atualizada, carteira de trabalho, comprovante de renda e de endereço para se inscreverem na unidade mais próxima do Centro de Referência a Assistência Social (CRAS).

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/06/casamento-coletivo-realiza-sonhos-em-pocos-de-caldas/feed/ 0
BODAS DE OURO | Casal de Poços renova votos em Punta Cana http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/02/bodas-de-ouro-casal-de-pocos-renova-votos-em-punta-cana/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/02/bodas-de-ouro-casal-de-pocos-renova-votos-em-punta-cana/#respond Wed, 02 May 2018 18:43:40 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=175935
Viagem foi realizada em março deste ano (fotos: arquivo pessoal)

“Ramiro e Rosa hoje nos dão um exemplo de como é possível o amor, quando se vive à base de compreensão, paciência e respeito mútuo, quando é um amor construtivo e fecundo”. Essas foram as palavras da celebrante na renovação dos votos do casal Ramiro Canedo e Rosa Beatriz Cruz Canedo. Os dois foram até Punta Cana, na República Dominicana, para comemorar os 50 anos de união e hoje são tema da série de reportagens #PartiuCasar.

A cerimônia, que aconteceu em março deste ano, foi organizada pela agência de viagens Poltrona 1, em parceria com o hotel em que o casal se hospedou. O clima especial começa antes, no hotel, quando o casal recebe uma garrafa de champanhe. Em seguida os dois partem para a praia, onde renovam os votos.

A emoção já começa na entrada, ao som da romântica “When a man loves a woman”, de Michael Bolton. Depois eles se declaram e trocaram alianças mais uma vez, porém com a paisagem extraordinária do fim de tarde em Punta Cana.  “É fantástico, a gente aconselha pra todo mundo”, comenta Ramiro.

O casal ainda foi presenteado com um jantar especial, oferecido pelo hotel. “Foi muito emocionante pra nós. A agência organizou tudo, ligou para o hotel, deixou tudo pronto. Quando nós chegamos nos explicaram como seria e já no dia seguinte aconteceu a cerimônia”, lembra Rosa.

A viagem, realizada de 5 a 14 de março, ainda incluiu brincar com golfinhos, curtir as praias da República Dominicana e aproveitar as mordomias do hotel, além de conhecer um povo muito acolhedor. Ainda há, segundo a proprietária da Poltrona 1 em Poços de Caldas, Érica Nottel, outros destinos, tão deslumbrantes quanto, também são recomendados para que os casais renovem seus votos. “As ilhas Seychelles e Maurício, assim como Cancun, são lugares lindos e românticos, à altura da celebração das bodas e procurados por muitos casais”, recomenda.

Companheirismo e respeito

Renovação dos votos foi emocionante para o casal

Em 50 anos de história, o casal Ramiro e Rosa sabe muito bem dizer o segredo do sucesso na união. Eles se conheceram porque Rosa tocava piano com a irmã de Ramiro e as duas faziam muitas apresentações para as respectivas famílias. Porém, ele se preparava para ser padre em um seminário e o que havia entre os dois era apenas amizade.

Depois de cinco anos como amigos, um novo sentimento foi despertado em um baile com amigos no Jardim Country Club. “Do nada, ele teve dúvidas da vocação e começou o namoro. Foi uma coisa muito engraçada, a gente nunca esperou isso”, conta Rosa.

Para ela, a amizade, que continua até hoje, é fundamental nessa história. “A gente sempre tem que ter muito respeito e continuar com o carinho e a amizade. A amizade é muito importante”, destaca.

O casamento aconteceu dia 30 de dezembro de 1967. Ramiro afirma que o amor e a ajuda de Deus são indispensáveis em relações duradouras como essa. “Amor, principalmente amor, respeito e a confiança que tem um pelo outro. Existem algumas vezes as rusgas, as discussões, mas a gente consegue superar. Não podemos esquecer também da ajuda de Deus, sempre fomos muito abençoados”.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/02/bodas-de-ouro-casal-de-pocos-renova-votos-em-punta-cana/feed/ 0
Número de casamentos é 37% maior que o de separações em Poços http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/01/numero-de-casamentos-e-37-maior-que-o-de-separacoes-em-pocos/ http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/01/numero-de-casamentos-e-37-maior-que-o-de-separacoes-em-pocos/#respond Wed, 02 May 2018 00:32:53 +0000 http://www.pocosja.com.br/mulher/?p=175925 Os números do Cartório de Registro Civil, em Poços de Caldas, deixam claro: os casamentos por aqui têm dado certo e estão crescendo. No ano de 2017 o número de uniões foi 37% maior que o de separações.

Aconteceram cerca de 540 casamentos civis no ano, uma média de 45 por mês. Deste total, apenas seis uniões homoafetivas. Por outro lado, ocorreram aproximadamente 400 separações, uma média de 35 por mês.

Ao contrário do que muitos acreditam, o casamento é uma instituição que segue firme! Por isso, o Poços Já Mulher lança hoje a série de reportagens especiais #PartiuCasar. Até o último dia do Mês das Noivas vamos publicar reportagens diárias sobre todos os assuntos ligados a este momento especial na vida dos casais.

Para o dia do casamento ser perfeito há muito trabalho envolvido. Os preparativos vão desde a oficialização dos documentos junto ao cartório, passando pela igreja ou salão, decorações, trajes, escolha de padrinhos e madrinhas e a lua de mel, entre vários outros tópicos. As noivas ainda se dedicam a uma maratona estética, com profissionais das mais diversas áreas.

“A #PartiuCasar vai contar histórias emocionantes e também publicar as principais informações e dicas para os casais que desejam oficializar a união. Além disso é um modelo ousado, com reportagens diárias durante todo o mês de maio. Nossa equipe está trabalhando com todo o carinho e dedicação, porque sabemos que o casamento marca a vida de muitas pessoas”, comenta o diretor de jornalismo do Poços Já, João Araújo.

]]>
http://www.pocosja.com.br/mulher/2018/05/01/numero-de-casamentos-e-37-maior-que-o-de-separacoes-em-pocos/feed/ 0