domingo , 17 novembro 2019

SELAMENTO | Casamento mórmon tem cerimônia para união eterna

Casal poços-caldense comenta a cerimônia, que só pode ser acompanhada por membros desta igreja


Os ritos de casamento são diferentes em cada religião, mas têm em comum a celebração do amor entre duas pessoas. Na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (SUD), os casais podem se unir para toda a eternidade. Esse é o assunto de mais uma reportagem da série #PartiuCasar.

Os valores da família estão entre os principais ensinamentos para os mórmons e o casamento possui grande importância. Os casais podem se unir em uma celebração na igreja local, ou direto no cartório. “Todas as pessoas podem entrar, podem participar, é uma cerimônia normal como as pessoas já estão acostumadas. Os noivos fazem juramentos e prometem um ao outro que serão fiéis, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza”, conta o presidente de Ramo, Osvaldo de Oliveira Silva.

O selamento

Em seguida, é possível realizar o selamento, que tem o objetivo de selar essa união por toda a eternidade. Essa foi a decisão do casal Maiara Bruno e Emanuel Bruno, de Poços de Caldas, que fez o selamento em 2015. Para realizá-la, é preciso fazer parte da igreja há pelo menos um ano e ir a um dos seis templos mórmons localizados no Brasil (Campinas, Curitiba, Manaus, Porto Alegre, Recife e São Paulo).

Casal fez o selamento em 2015 (foto: arquivo pessoal)

Os noivos não vestem terno e vestido durante a cerimônia, apenas quando deixam a igreja. Durante a celebração roupas brancas simples são a vestimenta exigida. Segundo a religião dos mórmons, a união de duas pessoas é sagrada e eterna, mesmo após a morte as almas estarão entrelaçadas. Somente no momento de deixar o templo que o casal pode se vestir com os trajes de casamento tradicionais.

Por ser considerado um local sagrado para os mórmons, fotografias não são permitidas no interior do templo, conta Emanunel. “Nós tivemos alguns amigos que fotografaram para nós, seguimos o padrão normal de fotografia, mas as fotos foram no jardim do templo, numa área florida, a gente aproveitou esse espaço.”

 

Templo de Campinas, onde Maiara e Emanuel realizaram o selamento, é o mais próximo de Poços (foto: arquivo pessoal)

Ao contrário do que muitos pensam, as cerimônias de casamento SUD não são secretas, somente sagradas, e por esse motivo apenas membros da igreja podem entrar nos templos onde os selamentos são realizados.

Maiara tornou-se mórmon depois de conhecer o atual marido. Os pais dela, que são de outra religião, não puderam acompanhar a cerimônia. “A minha mãe foi bem compreensiva, já com meu pai foi delicado para ele entender isso, doeu nele, mas hoje ele entende”, lembra.

Emanuel resume a sensação de realizar o selamento. “Na cerimônia eu senti como será viver a eternidade junto de minha esposa em poucos segundos, uma alegria tão profunda que é difícil explicar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *