segunda-feira , 20 Maio 2019

CASAMENTO | Confira as dicas do Procon para não ter dor de cabeça

Pesquisar é importante, assim como prestar atenção nos contratos


O casamento dos sonhos é algo pelo qual muitos noivos buscam.  Mas os preparativos com igreja, arranjos, vestido, terno, buffet, fotos, vídeo e tudo mais que envolve o grande dia, exigem alguns cuidados para não transformar o sonho em pesadelo.

Em mais uma reportagem da série #PartiuCasar, o Poços Já Mulher conversou com o coordenador do Procon de Poços de Caldas, Fábio Camargo. Ele deu algumas dicas que, se colocadas em prática, podem evitar problemas na hora de contratar fornecedores.

O primeiro passo é procurar organizar cerimônia e festa que sejam compatíveis com a situação financeira do casal. Como o segmento costuma oferecer diversas opções e algumas têm preço mais elevado, é importante que os noivos se proponham a fazer algo que realmente esteja de acordo com o bolso.

“Não adianta você fazer uma festa com custo elevado e já começar o casamento com dívidas. Então, o ideal, o primeiro ponto, é planejar que tipo de festa vai fazer e que caiba no bolso. A partir daí, sim, começar a buscar os fornecedores desses serviços”, comenta Camargo.

Com valores estipulados, é hora de pesquisar. Não somente preço, mas qualidade, estilo, tendências e, principalmente, referências. Hoje em dia é bem mais fácil saber se a empresa que se pretende contratar é idônea, cumpre seus compromissos e prazos e realmente atende e agrada seus clientes. Nas redes sociais é muito comum que clientes façam suas avaliações, positivas ou negativas. No Procon também é possível verificar se há reclamações.

“O fato de uma empresa já ter tido uma reclamação não há demérito nenhum nisso. O que importa é se a empresa buscou a solução para aquela reclamação, se buscou reparar, isso é uma empresa que se preocupa com seu cliente, que se preocupa com o consumidor. O problema são aquelas empresas que não dão uma satisfação, não dão retorno, não buscam dar uma solução para o cliente, essas sim dão motivo para reclamar e certamente para não se contratar”, ressalta o coordenador.

Também é importante estar atento quanto aos contratos com os fornecedores. É preciso que todo o serviço prestado seja bem discriminado por escrito, para não haver mal-entendido. Além disso, na hora de assinar, os noivos devem  avaliar as cláusulas, especialmente as que dizem respeito às multas por rescisão.

“Nesse contrato tem que constar os direitos e obrigações de cada uma das partes e deve-se tomar cuidado com cláusulas abusivas, aquelas que só preveem multas se o consumidor rescindir o contrato e não a empresa. Às vezes o contrato já vem pronto, não tem nem como discutir a cláusula e a pessoa acaba assinando, nem se atenta. Nota fiscal e recibo também devem ser exigidos, para que tudo fique documentado”, observa.

Pesquisa

Em 2017 o Procon de Poços de Caldas realizou a pesquisa “Mês das Noivas”, na qual apresentou preços de alguns segmentos do ramo de casamento. Foram ouvidos 24 profissionais de filmagem, fotografia, decoração e salão de beleza e, em alguns casos, houve uma variação de preço de até 150%. O coordenador do Procon explica que, apesar de fornecedores do segmento não serem alvos de muitas reclamações em Poços, a pesquisa serviu como comparativo e este ano o órgão deve repetir o levantamento.

“Na nossa pesquisa do ano passado a gente também colocou algumas dicas, porque na verdade ninguém pensa que vai ter problema, ninguém quer ter problema, então tem que ter referência, ver custo-benefício. Aqui não temos tantas reclamações, mas às vezes tem problema com álbuns de foto, vestido, buffet, às vezes a pessoa acha que algo está contratado e não está. Muitas vezes o que vemos é a falta de informação na hora da contratação”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *