sexta-feira , 15 novembro 2019

VESTIDO DE NOIVA | Do branco ao rosé, detalhes e estilos fazem a diferença

Escolha do traje da noiva é um dos itens principais para que esse dia especial seja perfeito


Vestidos estilo princesa são tradicionais e bastante pedidos em Poços, segundo a estilista Carolina Dela Pace (fotos: Juliano Borges/Poços Já)

Casar envolve muitos detalhes. Os preparativos da cerimônia, organizar os documentos, preparar a lista de convidados, escolher o profissional que fará as fotos, o vídeo, o buffet, os convites, as lembrancinhas, os padrinhos. Ufa! Haja organização para não se perder na lista de tarefas. Mas, para o dia dos sonhos de muitos casais, tem um item que com certeza é considerado a menina dos olhos: o vestido de noiva. Do mais tradicional ao moderninho, o que importa é que a noiva se sinta a mulher mais bela do mundo. E pode ter certeza, ela será.

Para falar sobre esse assunto, o Poços Já Mulher conversou com a estilista Carolina Dela Pace, da Boutique de Noivas, para mais  uma reportagem da série #partiucasar. Ela falou sobre tendências e as preferências das noivas e contou um pouco da sua experiência nesse ramo que lida com sonhos de muitas mulheres.

Off-white

Estilo “boho chic” é para as noivas mais ousadas

Carolina explica que as noivas de Poços costumam seguir a linha mais tradicional, dando preferência ao vestido branco. Mesmo assim, o off-white, um branco não tão branco, quase um bege bem suave, que já é febre há alguns anos no Brasil e no exterior, tem atraído aquelas noivas que querem um toque diferenciado sem fugir totalmente do branco.

Outra tendência que está em alta na Europa, mas que por aqui ainda chega de forma tímida, são os vestidos em tom rosé, cor suave e muito charmosa que promete agradar àquelas que querem fugir do básico.

“Poços ainda tem aquela pegada tradicional, de gostar muito do branco. Nem todas arriscam, tanto que o off-white começou a pegar há uns dois anos em Poços. Mas a tendência mesmo são os vestidos off, com fundo nude. Rosé é uma tendência que está na Europa há uns cinco e aqui está começando agora. Mas é aquilo, tendência existe, porém, a noiva escolhe o que prefere”, explica Carolina.

Estola é usada em casamentos realizados no inverno

Quando o assunto é modelo, o vestido princesa, com tule, renda e muito romantismo volta com tudo. Além desse, outro exemplo que deve se manter em 2018 é o vestido tatuagem, um modelo em que a manga é transparente toda feita de renda. Por falar em renda, tá aí uma textura que nunca sai de moda quando o assunto é vestido de noiva. Ela até perdeu um pouco o espaço para o tafetá, que foi moda nos anos 1990, com vestidos cheios de volume, mangas bufantes, babados e que precisavam de um tecido que garantisse a estrutura do vestido.

“Há 60 anos já se usava muita renda, depois veio o musseline, um tecido mais fluído, onde na década de 70 as mulheres usavam vestidos que pareciam túnicas. Depois que passou os anos 90, a renda voltou e hoje tem muita variedade. Desde a renda chantilly, que é super delicada, até as rendas arabescos, que fazem um desenho lindo no corpo da mulher, dão simetria”, comenta.

Para se programar de forma mais tranquila, a estilista dá a dica: o ideal é que o vestido, seja ele pronto ou feito sob medida, seja escolhido com cerca de oito meses de antecedência. Assim, dá tempo para confeccionar, fazer os ajustes necessários e também as provas para que fique perfeito no grande dia.

Sonho de menina

Trabalhar com vestidos de noiva é mais que uma profissão para Carolina. Quando criança, a diversão preferida era ir para a casa da vizinha, que era costureira e confeccionava vestidos de noiva. “Eu olhava aquilo e ficava louca”, relembra.

Desenhando desde pequena, o sonho de tornou realidade em 2015, quando abriu a Boutique de Noivas. De lá pra cá, mais de 200 noivas já passaram pelo ateliê, entre alugueis e vestidos sob medida.

Carolina Dela Pace sonha em ser estilista desde pequena

Com uma equipe composta de costureira, auxiliar de costura e assistente, Carolina faz questão de oferecer atendimento personalizado às noivas que atende. “Eu reservo muito tempo para cada cliente, para ela pensar, para eu mostrar variedade de renda, de tecido, explicar o porquê daquele tecido, qual a diferença de caimento, o que fica melhor no corpo dela. Eu não copio vestido, então eu quero realmente que ela entenda o porquê de tudo que vou fazer. Isso dá segurança para a cliente, porque a gente lida com muita insegurança, então eu explico tudo”, comenta.

Na Boutique de Noivas são mais de 150 modelos de vestido já prontos. O valor do aluguel varia de R$700 a R$3.500. Para quem quer algo exclusivo, o sob medida é ideal, já que são modelos desenhados especialmente para a noiva, de acordo com o sonho e o estilo, totalmente personalizado. Depois desse primeiro aluguel, as noivas são homenageadas pelo ateliê, já que cada vestido recebe o nome da noiva que o vestiu pela primeira vez. “A gente faz esse carinho para a noiva e acaba sempre lembrando dela. Elas se sentem homenageadas e parte da nossa história”, analisa a estilista.

Para quem trabalha com vestidos, ver a felicidade estampada no rosto de cada noiva é o que dá a sensação de dever cumprido.  “É legal ver o brilho nos olhos, a empolgação com o casamento. A gente está lidando com sonho, não é só um vestido, ela sonhou muito. É um passo na vida de duas pessoas que se amam e que pretendem passar o resto da vida juntos, então a gente tem que ter muito cuidado, muito carinho, tem que ter respeito”, finaliza Carolina.

A Boutique de Noivas fica na rua Peru, 64, lojas 1 e 2. Mais informações pelo telefone (35) 3712-9274 ou pela página da Boutique de Noivas no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *